Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Manta

21.11.11
Comecei (em Abril) a fazer os granny squares para a minha primeira manta em crochet (não tenho 70 anos, não). Achei que ia demorar anos até ter a manta pronta. É capaz. Ainda assim, a primeira filha de squares (que, na verdade são hexágonos) está quase pronta.

Aprendi a fazer crochet com a minha mãe. Segui o esquema que vi num blog (sem esquema, na verdade; só a olhar para os squares e a tentar perceber quantos pontos aquilo levava). Aprendi a juntar os granny squares com um tutorial no Youtube. Aprendem-se coisas boas na net.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Adoro

12.07.11
Este cansaço bom que me chega por ter muitas encomendas para fazer e, por isso, ter que me deitar tarde.

Isto não é uma queixa (nem nada que se pareça). É mesmo só um profundo agradecimento a quem acredita em mim e nas coisas que vão nascendo das minhas mãos. Não imaginam a motivação que me dão para fazer mais e melhor.

Obrigada.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Emoção

08.07.11
Adoro, adoro, adoro ver as coisas que vou fazendo serem usadas (e apreciadas) por quem as encomenda. Parece que ganham vida e é isso que faz valer as noitadas até às quatro da manhã que tenho feito. Nada me dá mais gozo do que saber que aquela peça que tenho nas mãos vai fazer parte da vida de alguém. Dá-me ímpeto para criar mais, para pensar em mais coisas, para projetar peças novas e, acima de tudo, para as concretizar.

Hoje estamos aqui.

Obrigada, Miss Glitering, muito obrigada!


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Soho

29.06.11
Andava maluca para fazer uma mala que juntasse cinzento com amarelo. Adoro-a! É de mão (não dá mesmo para pôr ao ombro, as alças são apertadas), não é muito grande (mas cabe lá tudo o que me faz falta no dia-a-dia - e já ando só com o essencial, fartei-me de andar a acartar tralha desnecessária) e, se repetir o modelo, será com alterações. Mas adoro esta assim. É tão a minha cara...

(O meu marido - querido - diz que parece uma homenagem a uma corrida de espermatozóides... Eu não concordo nada com ele!)


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

... e diz que há novidades a estalar...

28.06.11
Aqui e aqui.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Leilão

26.06.11
Não, não é aqui. É no estaminé da Maria. Uma Notting Hill à espera de licitações (e uma Maria a caminho de Bruges).

Aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

No facebook

27.05.11
Alinhem.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre esta paixão pela costura

18.05.11
A minha mãe foi costureira muitos anos. Costurava para o Augustus, para a Casa Africana e para mais umas quantas marcas. Lembro-me de ser miúda e de a minha mãe me fazer roupa. Na altura, era costume estrear roupa em três ou quatro alturas do ano: no Natal, no aniversário, na Páscoa e na festa de verão da aldeia dela. Pelo menos nestas quatro ocasiões era garantido: blusas, calções, vestidos, tops novos. Um delírio. Eu adorava tudo: ir com ela escolher os tecidos, inventar modelitos (que ela NUNCA seguia à risca, o que originava sempre briga), provar, ajudá-la a tirar alinhavos e o dia da estreia, em que me pavoneava orgulhosíssima daquela preciosidade que era modelo único.

Nas férias do verão ia perto de um mês para casa de uma tia minha, também costureira, e havia sempre pelo menos uma peça de roupa nova, feita por ela, igual para mim e para a minha prima Zé. Adorávamos. Sentíamo-nos únicas, mesmo quando a roupa seguia moldes da Burda.

É exactamente isso que quero fazer sentir à minha filha. Ela já percebeu que tem uns vestidos especiais que foi a mãe que fez. Gosta de tudo menos que eu lhe peça para estar quieta para a poder medir (por isso ontem subornei-a para estar sossegada cinco minutos, para eu poder tirar todas as medidas possíveis e imaginárias e não ter que andar sempre a chateá-la.

É isto que quero fazer outras pessoas sentir: que têm uma peça única, feita com amor, com tempo, com dedicação, com atenção aos pormenores. Porque, para mim, a costura é criatividade e carinho. Apenas isso.


Autoria e outros dados (tags, etc)

With a little bit of this...

16.05.11


... and a little bit of that...

Comprei este tecido (que adorei) sem saber em que é que o iria utilizar. Morreu numa túnica. Foi a primeira coisa que fiz sem supervisão da mestre costureira (mamãe, claro). Deu-me ainda mais gozo por isso. Por isso e porque a pensei e fiz sem seguir modelos. Sim, o decote é igual ao do vestido anterior, mas a parte de baixo não. Pensei no que queria e pensei em como fazê-lo. Não é rocket science, está com certeza explicado por essa net fora, mas eu não fui pesquisar. Portanto, isto também é um exercício de resolução de problemas (e de criatividade, pronto). Resta saber se assenta bem à dona, que ainda não a provou depois de pronta.

A seguir? A seguir umas coisas para a minha cozinha, que é a divisão da casa mais impessoal e de que eu menos gosto, neste momento. E precisa de vida. E vai tê-la.



Autoria e outros dados (tags, etc)

WIP

13.05.11
A segunda peça de vestuário, prestes a sair das minhas mãos...


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Passo a passo

13.05.11
Contínua a encantar-me a forma como isto...
 se transforma nisto...


(E sim, são os mesmos tecidos... fotografados a horas diferentes do dia.)


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Tokyo

04.05.11




Aqui.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Sneak Peak

20.04.11



Na loja e no blog ou encomendas via marianne[dot]notsofast[at]gmail[dot]com.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

T-shirt #1

14.04.11
A 1ª t-shirt da nova "colecção". Aqui.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

A estrear

14.04.11
Ainda só tem um item, mas já é uma loja.

Aqui.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Orgulho

13.04.11


A minha primeira mala. Para usar a tiracolo, como me dá jeito. Com um fecho, como me dá jeito. Com forro. Com entretela na alça. Com pregas. Tudo cosido à máquina excepto o forro à parte de fora, que vai ser cosido à mão - é o que falta fazer. Tudo direitinho. A minha mãe, costureira de mão cheia (tanta roupinha do Augustus que ela fez, tanta!), ficou orgulhosa da sua filha de peixe que afinal parece que sabe nadar. E eu só lamento os anos desperdiçados. Podia ter aprendido a costurar há tanto tempo... Mas estou orgulhosa do que tenho feito, pois estou!

Agora é continuar. Lá para o fim de semana haverá novidades. E uma loja.

Mas antes disso... opiniões, please. Que vos parece?


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O dia em que resolvi aprender a... costurar

06.04.11
Já que ando numa de aprender, aprendo tudo. Quis aprender a costurar. Podia ter aprendido há muitos, muitos anos, mas tinha mais que fazer. Agora, com tempo livre, deu-me (também) para aqui. No domingo agarrei-me à máquina da minha mãe e andei a fazer "estradas", a coser para cá e para lá, a endireitar o ponto, a perceber o que faz cada um daqueles botões. Ontem cheguei lá a casa a dizer que queria fazer uma coisa.

Ando sempre com uma carteirinha com aqueles cartões de cliente que não me cabem na carteira principal. É o da Chicco, o da Sephora, o da Prénatal, o do cabeleireiro, o da engomadoria, o do clube de vídeo e mais uns quantos cartões que de vez em quando dão jeito. Acontece que a carteirinha que eu tinha se estava a desfazer. Vai daí achei que uma carteirinha era um bom primeiro projecto. E foi.



Foi simples: pegar num resto de tecido de umas almofadas, talhar, alinhavar, coser, descoser (porque a minha mãe enganou-se na forma como aquilo devia ser cosido), voltar a alinhavar, voltar a coser, fazer casas e pôr botões. Estou muito, muito orgulhosa da minha carteira. Não é nada de especial, mas é a prova de que, quando queremos, aprendemos.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

WIP

06.04.11

Ao longo da vida vamos cuspindo para o ar. Depois há um dia em que o que cuspimos para o ar nos cai em cima.
Durante anos "gozei" com a minha mãe. Chamava-lhe aranha tecedeira. Ela passava a vida a fazer crochet e eu não percebia qual era a piada daquilo. Até que decidi que queria aprender. E aprendi. De caminho, pedi-lhe desculpa por todas as vezes em que a critiquei. E ela só me respondeu, sabiamente, como sempre, que sabia que o meu dia havia de chegar. Chegou há umas semanas. Agora ando entretida a brincar com cores. Isto que aqui se vê vai ser a minha manta do sofá do inverno que vem. Gosto muito de fazer isto. Relaxa-me, não me deixa pensar em nada. É terapêutico, pois. E no fim vai ficar giro.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Antes e depois

06.04.11
Eu, uma pistola de cola quente, uma fita de cetim, dois copos, um branco e um preto.




Daqui a uns tempos farto-me da fita cor de rosa, tiro-a e ponho outra coisa qualquer. Simples, não?

(Isto demorou mais ou menos 4 minutos a fazer, incluindo fazer os laços, colar a fita, colar os laços e pôr tudo no sítio.)


Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Para vocês





Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D