Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Run, Forrest, Run...

05.02.14

Primeiro dia de corrida da vida, em Junho ou Julho de 2011, 333m corridos de seguida. Ridículo, pensei eu na altura. Nem por isso: acho que é normal. Quando não nos mexemos, não é suposto correr uma meia maratona assim, sem mais nada.

 

Quando comecei a correr no ginásio a coisa foi devagar. Corria 1 minuto, andava 2, corria mais 1 e morria. Eu sabia que era temporário e que um dia havia de conseguir correr como deve ser, uma distância normal e decente. No final de Novembro estava a correr mais ou menos 15 minutos, o que dava pouco mais de 2km. Em Dezembro não treinei e sabia que o preço a pagar seria voltar à estaca zero quando recomeçasse. Não me enganei. Janeiro começou a medo, devagar. No primeiro dia acho que aguentei uns 2 minutos, se tanto.

 

Há duas semanas, já com outras duas de corridas sistemáticas, estava a correr 750m em 6 minutos e achava que ia morrer a seguir. Depois, um dia decidi que ia correr 20 minutos sem parar. E corri. Sem dramas. A cabeça a mandar nas pernas, a vontade a dominar o cansaço. Fui aumentando os tempos e as distâncias e na semana passada fiquei super feliz com 4km corridos em 29 minutos. Mas queria mais: queria os 5km. Porque quero correr na rua, quero correr provas, quero provar-me a mim mesma que sou capaz de fazer uma prova "oficial" sem andar e sem ter um achaque qualquer.

 

Hoje entrei no ginásio disposta aos 5km. Aqueci 250 metros numa passadeira, enquanto a "minha" estava ocupada (só gosto de correr numa passadeira, que é velha e rija e que se parece mais com correr na rua). A outra senhora acabou a caminhada dela e eu fui. E corri 5km. 37 minutos. Um exagero de tempo, eu sei. A seguir hei-de reduzir isto porque quero chegar à rua e correr os 5km abaixo dos 30 minutos. Isso faz com que tenha que correr a 10.1km/h. Hoje corri 4km a 8.2 e o último a 8.3 (Em Novembro já estava a correr a 9.2, e nalguns dias a 9.5).

 

Corri certa de que me ia cansar. Ontem fiz um treino de pernas que não me deixou em bom estado e sabia que me ia custar. Mas corri na mesma. Os primeiros 3km foram dolorosos, as pernas a queimar e a querer desistir. A cabeça a dizer que já passa e que é para continuar. Depois dos 3km deixei de sentir as pernas e corri com a cabeça. Muito menos resistência da minha parte. Deixei-me ir. Aos 5km parei a máquina e fiquei a saborear aquela minha pequena grande conquista. Eu quis correr os 5km e fui capaz.

 

Não estou a seguir nenhum plano de treino (há dezenas na net), estou a seguir o que me dizem as pernas e o que me diz a cabeça e o coração. E estes dizem-me que sou capaz de tudo, até da Maratona - que nunca quis correr e que continuo a não querer correr (não por medo mas porque acho que correr 4h seguidas é a maior seca da vida). O meu objectivo é correr uma prova de 5km, depois uma de 7km e depois uma de 10km. No fim disto, em calhando, inscrevo-me numa meia maratona qualquer e faço os 21. Logo se vê. Para já, conquistei o meu objectivo. E é tão, tão bom!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Para vocês





Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D