Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Há coisas que me ultrapassam...

21.04.11
Maneiras que é isto: temos cá hospedados uns senhores estrangeiros. Diz que são do FMI e do FEEF. Parece-me que não vieram cá fazer turismo, embora não haja país na Europa mais dado a esta actividade. E não falo da indústria hoteleira. Falo mesmo de todos nós, que de vez em quando (não sempre) somos muito, muito bons a fazer turismo. Adiante.

Ora diz que os senhores vieram cá para nos endireitar. Porque descambámos, gastámos 1000 quando só ganhávamos 100 e a coisa deu-se. Não há dinheiro. Portanto estes senhores, sabedores e avalizados, vieram cá para nos pôr na ordem.

Temos, contudo, um governo demissionário que se prepara para ir a eleições novamente. Ainda assim, continua em funções. E foi por essa razão - e por ser totalmente irresponsável, estou em crer - que o dito governo decidiu que sim, senhor, havia 20 milhões de euros para queimar num dia de tolerância de ponto. Dia esse que fica encostado a um fim de semana de quatro dias. Parece-me bem (sarcasmo, obviamente).

Ora, não era de mostrarmos aos senhores que cá temos hospedados e que não vieram em turismo que sim, senhor, estamos dispostos a fazer sacrifícios? Que o tempo não está para ofertas e cada dia de trabalho importa? Bom, aparentemente não. É mais importante que a função pública tenha mais um dia de folga. Isso sim, é de valor. Até porque quem paga somos nós todos, incluindo aqueles que já não têm emprego nem o que comer ao fim do mês. Esses - que continuam a pagar impostos - financiam folgas desnecessárias de gente que já de si faz pouco. Mas são muitos e são capazes de ir votar no Sócrates que é o gajo que dá umas folgas de vez em quando. Imbecilidade.


E o mais curioso, quanto a mim, é o PS ter subido 11% nas intenções de voto entre Março e Abril. Está tudo doido?? Eu sei que as alternativas não são grande espingarda, mas daí a dar colo a quem nos afundou... não sei, parece-me estúpido, vá.

Boa Páscoa, gente, boa Páscoa...


Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Precis Almana a 22.04.2011 às 22:52

Alguém parou para pensar um bocadinho sobre o que significa uma tolerância de ponto numa tarde de uma quinta-feira quando, se não a houvesse, mesmo assim 90% dos funcionários públicos se calhar iam tirar a tarde ou o dia e os serviços tinham de continuar abertos e a gastar água e luz e tal, precisamente numa altura em que é preciso poupar dinheiro? Eu sim (no meu blogue).
E foi uma tarde que foi dada, não foi um dia. Quem quis aproveitar-se da manhã foram pessoas, não foi o governo.
Quanto às intenções de voto, talvez seja porque as pessoas começam a perceber que não foi o governo que afundou ninguém, que eu saiba também fomos afectados por uma crise internacional (bem dizem que a memória é curta...).
E acho pior decretar um feriado por causa de um casamento real num país que também está com medidas de austeridade fortíssimas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Para vocês





Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D