Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Aproveitamento

14.03.12
Odeio gente que se aproveita das fragilidades alheias para fazer dinheiro. Odeio. E, pior ainda, não entendo que haja quem ache normal que alguém se aproveite das carências de outros para engordar a conta bancária, mesmo que isso esteja mascarado de "eu só quero ajudar".

Por exemplo: livros de auto-ajuda sobre "como entender os homens". Caríssimas que estão solteiras, que querem encontrar o amor, que se sentem sozinhas: não é ali que vocês vão aprender o que quer que seja. O dinheiro que iam (ou vão) gastar no livrinho, usem-no para pagar um café ou um copo num sítio giro, onde pode ser que esbarrem com o homem da vossa vida. O tempo que iam (ou vão) gastar a ler uma carrada de páginas pejadas de lugares-comuns e teorias de bolso (a sério, faz-me muito lembrar aqueles romances de cordel da colecção Harlequim, que se vendem nas papelarias), usem-no para sair da vossa zona de conforto, para conhecer gente nova, para conviver com pessoas reais, que existem cá fora e que, quem sabe, podem mudar a vossa vida.

Essa coisa redonda que vive assente no vosso pescoço serve para que pensem por vocês. Vocês não precisam de um iluminado (com olho para o negócio) a dizer-vos o que pensam os homens. Até porque, como está bom de ver, cada homem pensa maneira diferente e a probabilidade de o livro não vos servir para nada é, vá, grande.

[Mas isto sou eu, que tenho mau feitio e que odeio gente que se aproveita das fragilidades alheias para proveito próprio...]

Autoria e outros dados (tags, etc)


31 comentários

De Ana a 14.03.2012 às 12:11

Mas não te preocupes que ele não vai engordar conta bancária alguma. Os autores ganham 10% do preço de capa, o que significa 1 euro por livro vendido. As tiragens dos livros em Portugal são baixas...

De Ana a 14.03.2012 às 12:11

Ou seja, ganham os best-sellers e não será, de todo, o caso dele.

De Marianne a 14.03.2012 às 12:13

Imagina que cada leitor da esposazinha dele compra um exemplar. São vinte e tal mil livros. Vinte e tal mil euros... (Eu sei que ninguém enriquece à conta disto. O que me mexe com o sistema nervoso é o princípio que está por trás do livro. Ou a falta de escrúpulos, vá).

De Ana a 14.03.2012 às 12:25

Não vai haver essa tiragem. E as 20 e tal mil visitas da esposa têm uma percentagem altíssima de teenagers sem poder de compra (basta ler alguns comentários). Eu percebo-te, juro que te percebo. Mas aquilo é uma bolha e um dia vai rebentar, é só uma questão de tempo.

De Kyla a 14.03.2012 às 12:28

Oh Marianne, lá venho eu fazer de advogada do diabo...
Mas continuo a dizer: as pessoas são adultas e só compra quem quer!
A venda de um livro seja ele sobre relacionamentos, cozinha ou a venda da banha da cobra é um negócio tão legítimo como outro qualquer.
Ao menos é de um jornalista que sabe escrever.
Quantos zé ninguém, existem por aí a lançar livros que nem são eles que escrevem?

Claro que o intuito não é ajudar, mas sim ganhar €. E depois? O C. Ronaldo também tem rios dele e continua a fazer publicidades e outros negócios do género.

Há pessoas que se deixam iludir por menos. Mas está no poder de cada um decidir onde realmente acha útil gastar dinheiro.

Uma coisa é certa, comigo ele não vai ganhar um tostão!
Relax ;)

De Sofia a 14.03.2012 às 12:30

Aqui me confesso leitora do casalinho... ou melhor, sigo os feeds porque de vez em quando escrevem umas coisas que me agradam/ entreteem.
Mas estas histórias de livros, agendas, workshops, etc. soam-me sempre a tão exagerado que deixo-os quietinhos. Não lhes reconheço as competências que anunciam e por isso não lhes ligo nesses campos.
Mas claro, esta é apenas a minha opinião... e vale o que vale!

De Ana a 14.03.2012 às 12:31

Kyla
Ele não escreve bem. Escreve tão bem como qualquer outra pessoa com blogue e com competências de escrita sem erros.

De Marianne a 14.03.2012 às 12:35

Bingo. Para mim, escrever bem é um bocado mais do que escrever como ele escreve. (E já sei que vem aí um romance, que até pode fazer-me mudar de ideias acerca do senhor. Mas, até ver, é só um homem que pensa que sabe tudo sobre tudo e que, na verdade, pensa mais como uma mulher do que outra coisa...).

De Ana a 14.03.2012 às 12:40

Nem te digo o que dizem as más línguas, a propósito de ele pensar como uma mulher :-)

De Marianne a 14.03.2012 às 12:41

Como diz uma amiga minha, ele empipocou. E não tarda sai do armário... (más línguasssss!!)

Comentar post


Pág. 1/4




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Para vocês





Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D