Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mudar

20.10.11
Dia 6 pensei em procurar emprego. Lancei aqui um alerta, que retirei no dia seguinte. Indicaram-me três sítios onde havia vagas a que podia concorrer. Concorri. No próprio dia responderam-me (dos três sítios) a dizer que as vagas estavam preenchidas. Entrei no Carga de Trabalhos, que, para quem não sabe, é um site que tem ofertas de emprego maioritariamente nas áreas de comunicação, design e web (ou seja, a minha área). Cirandei ali um bocadinho e respondi a um anúncio. Enviei esta candidatura de domingo para segunda, às duas da manhã. Na manhã seguinte ligaram-me a marcar entrevista para dali a dois dias. Fui. Dois dias depois ligaram-me a apresentar condições e saber se me mantinha interessada. Avancei um sim, que confirmei na segunda-feira seguinte. Combinei nova ida à empresa, para segunda entrevista, no dia seguinte. Fui. Fechámos "negócio".

Demorei precisamente 12 dias a conseguir um emprego novo. Num sítio giro, com clientes giros, trabalho interessante, desafios diários, pessoas de valor. Um ordenado bom, condições perfeitas para os dias que correm.

Começo sexta-feira. Esta sexta-feira. Amanhã.

Isto para dizer o quê? Que eles, os empregos, andam aí. Não desistam. Procurem. Respondam. E, acima de tudo, aprendam a "vender-se". Podemos ser profissionais excepcionais, super-qualificados, com todas as qualidades e mais alguma, mas se não nos soubermos "vender" não vamos a lado nenhum. E isto do "vender" não implica dizer que sim a tudo nem dizer o que os empregadores querem ouvir. Implica conhecerem-se, saberem quais são os vossos pontos fortes e puxarem por eles, conhecerem os fracos e aprenderem a melhorá-los. E implica perceber que, numa entrevista, têm vinte minutos (ou nem tanto) para fazer a diferença. Se se puserem, como uma de que soube recentemente, a dizer que saíram do emprego anterior porque o chefe vos chamou burras, são capazes de não ficar com o lugar...

[Nunca acreditei na sorte. Nunca me achei uma pessoa de sorte. Agora acho. Acho que tive a sorte de estar no sítio certo à hora certa. Tive a sorte de responder ao anúncio certo. Sei de pessoas que demoram meses a encontrar trabalho. Sei de pessoas que acabam por se sujeitar a coisas que não eram bem o que esperavam. Eu tive a sorte de não estar neste grupo. Sei que vai ser diferente. Sei que vai haver ali um período de adaptação que não vai durar duas horas. São seis anos na mesma empresa, com as mesmas pessoas, a fazer basicamente o mesmo trabalho - muito trabalho, muitas coisas diferentes, mas clientes todos da mesma indústria, projectos todos muito semelhantes e ainda assim tão diferentes. Não vai ser fácil - nem eu esperava que fosse. Mas vou à luta. Vai ser bom. Wish me luck, sim?]

Autoria e outros dados (tags, etc)


44 comentários

De Rita @ the busy minimalist and the stripy cat a 20.10.2011 às 22:55

Marianne, pois isso são bons motivos! Fico feliz por teres conseguido melhorar nesse aspecto. Boa sorte para amanhã! Depois conta-nos como foi!

De mari a 21.10.2011 às 00:11

muita.muita.muita sorte**

De * Raka * a 21.10.2011 às 01:59

Boa Sorte! :)

Que corra bem e que some muitas mais conquistas.

Depois queremos saber como foi...

Bjos*

De ✿✿✿ a 21.10.2011 às 10:11

PARABÉNS e boa sorte!! :)

Comentar post


Pág. 5/5




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Para vocês





Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D