Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Domingo de sol

02.12.13

Ontem esteve um dia fabuloso. E foi dia de passeio, cá para os nossos lados. De manhã, fomos à festa de natal da empresa da tia: em vez do tradicional circo, houve musical do La Féria. Fomos ver o "Robin dos Bosques" e adorámos! Nunca tinha ido ao Politeama. Achei lindo. A sala é linda, a cenografia estava muito boa, os figurinos eram espectaculares. O espectáculo em si vale muito a pena. Os meus miúdos adoraram e nós também.

Depois demos uma micro-voltinha pela Av. da Liberdade, só mesmo para aproveitar o solinho bom que estava. Voltámos à base com pit-stop num McDonald's (e dei por mim a pensar: os segundos filhos - e seguintes - são mesmo a desgraça total! A minha filha provou pela primeira vez uma coisa feita no McDonald's com quatro anos e meio. O mais novo, com 2 anos e 10 meses, já lá comeu uma mão cheia de vezes... e assim se foi a teoria de que McDonald's nunca antes dos 4 anos... A maternidade é profícua nisto de nos fazer quebrar teorias, não é?).

Quando chegámos a casa, vimos que a nossa rua este ano está a levar o Natal mesmo a sério! Aquilo parece uma battle de ruas! Eu explico: a minha rua divide-se em duas: a meio tem um micro jardim, que separa os prédios. Os comerciantes da outra metade da rua resolveram enfeitar as árvores que estão no passeio com fitas e bolas de Natal, mas não disseram nada aos comerciantes da metade da rua onde eu moro. Estes, picados, resolveram pôr árvores de Natal à porta de todos os estabelecimentos - a florista da rua ofereceu e eles alinharam. Além disto, há lá um cantinho onde alguém montou um presépio gigantesco que até zebras e elefantes tem. E ontem, ao pé do presépio, estava sentado um Pai Natal. Os meus miúdos foram lá falar com ele, ele deu-lhes chupas e gomas e conversou com eles (nem sei como não o reconheceram!! É um senhor amigo do senhor marido e eles costumam falar com ele quando o encontram!). Estavam delirantes!

À tarde, enquanto o pequeno dormiu a sesta, o pai e a filha trataram de fazer o Natal acontecer lá por casa. Nos entretantos eu fiz... CINCO bolos. Dois deles compõem o bolo que a miúda levou para a escola. Portanto, contas feitas, quatro bolos, dos quais só um não foi decorado... Acabei às 2h, completamente esgotada e sem sentir as pernas - tenho mesmo que deixar de fazer isto de pé, senão daqui a dias tenho um bocadinho de pernas nas varizes, em vez de ser o contrário!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Programa das festas

15.11.13

O que é que vocês vão fazer no fim-de-semana? Nós vamos ter passeio à Biblioteca (finalmente já não estamos de castigo e podemos requisitar livros outra vez!) e chocolate quente algures a ver o mar. E gostava de perceber como é que funciona a história dos bilhetes de cinema aos domingos de manhã, no Dolce Vita Tejo. Mas o site do DVT é tão, mas tão mau (e velho, e parco em informação, e mal organizado, e feio... - céus, como é que o maior centro comercial da Península Ibérica não investe num site como deve ser??) que não dá para perceber nada por ali! Alguém sabe? Se sim, obrigada desde já!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adeus, Verão!

22.09.13

Despedimo-nos hoje do Verão com um piquenique simples. Tudo pensado à última da hora. Portanto, eram 11h e estava eu a fazer frango à brás!

Fomos a um sítio que adoramos: Fábrica da Pólvora, em Barcarena. Eles foram antes, com as bicletas, para eles brincarem um bocado. Eu fui lá ter com o farnel, já em cima da hora de almoço. Apanhei-os já cansados e cheios de fome, o que faz com que a coisa se despache mais depressa. Estava-se tão bem!! Um calorzinho bom, uma brisa suave e pouca confusão à volta. Adorámos! E, no ano que vem, vamos fazer isto muito mais vezes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que me acontecem (episódio muitos)

06.05.13

Na terra onde vive a senhora minha mãe está instalada a feira de Maio - acontece todos os anos, desde os primórdios dos tempos (talvez não tanto, mas lembro-me deste "evento" desde sempre).

Ontem, dia de ir almoçar com a mãe, a minha filha aproveitou-se da efeméride "dia da mãe" para me cravar uma ida à feira. Carrosséis, portanto. E eu, imbuída do espírito de mãe, lá fui com ela, num passeio a duas.

Calha que aquilo estava cheio de gente. Com um ar duvidoso, vá. (Sim, é o tipo de sítio onde há assaltos várias vezes ao dia. Já sabia isso, portanto não levei nada que fosse "roubável").

Bom, plantei-me na fila para o carrosel onde ela queria andar, para comprar as senhas. Comprei. Atrás de mim, uma senhora trata de proporcionar o seguinte momento lúdico:

 

Cliente: queria um bilhete, por favor.

Bilheteira: são dois euros.

Cliente: podem ir duas crianças, né? Vão no mesmo carro... (Nota: é um daqueles carrosséis que têm carros, motos, carros de bombeiros, etc.; algumas coisas são monolugar, outras têm dois lugares e outras, quatro. A senhora assumiu que, indo as duas crianças no mesmo carro, só precisava de pagar um bilhete...)

Bilheteira: não. É um bilhete por criança.

Cliente: então são dois bilhetes, por favor.

Bilheteira: leve quatro bilhetes por cinco euros.

Cliente: como é que quatro bilhetes é cinco euros?! Se um bilhete é dois euros, dois bilhetes é quatro euros. Quatro bilhetes a cinco euros... tu tás-me a enganar!!

Bilheteira: não. Fica mais barato assim. Porque seriam quatro bilhetes a oito euros, mas nós fazemos a cinco euros.

Cliente: num tou a perceber. Tu tás-me a enganar!

Bilheteira: fica a um euro e vinte e cinco, assim.

Cliente: ah, então pode ser. Mas eles não precisam de andar tudo agora, né?

Bilheteira: não, podem andar mais tarde ou noutro dia.

Cliente: ok...

 

E lá foi à vida dela... E eu ali ao lado a tentar perceber se a cliente estava a gozar (não estava). E a tentar não me rir...

A minha cria andou duas voltas e eu acabei com aquilo, disse que estava muita confusão e que voltávamos noutro dia. Comprei-lhe um algodão doce e, ao receber o troco, lá estava um miúdo com mau ar a olhar-me para as mãos... Portanto, perante aquele cenário, o melhor foi mesmo fazer inversão de marcha e regressar à base. A miúda adorou, divertiu-se, lambuzou-se com o algodão doce e agora não se vai calar até que eu a leve lá de novo para gastar as senhas que sobraram...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim-de-semana'ndo

29.04.13

Portanto, sábado de manhã enfiei-me de alma e coração e costados no ginásio e só de lá saí depois de duas horas de sofrimento intenso. Mal eu sabia o que estava por vir... mas já lá vamos.

À tarde fui levar a infanta a uma festa de aniversário, abasteci a despensa, vim para casa ler e fazer tempo para a ir buscar de novo. Fui, voltámos e toca de tratar do jantar: caracóis.

Ontem, manhã passada na ronha, tarde passada no Dolce Vita Tejo com a miúda, a tentar ver a Xana Toc-Toc (conseguimos ver-lhe o alto da cabeça... yay!). Valeu-nos a companhia: miss Niki e a sua criança mais velha. Finalmente conseguimos pôr a conversa em dia (mas acho que era menina para ainda lá estar a esta hora...). Regressámos, apresentei-lhes canja para o jantar (e fui eleita a melhor mãe do mundo... portanto, bastou um bocado de água, um caldo knorr, um coração, um fígado e mais umas entranhas de um desgraçado de um frango e plim: best mom ever para a mesa do canto!). O serão foi passado entre trash-tv, uma dor brutal no braço e gargalhadas partilhadas com o marido.

Dormi mal pra caraças. O meu rico bracinho direito, levado ao limite no sábado lá no ginásio, está agora a ausar o toque e... é que nem sequer o consigo esticar. Passa ali do ângulo de 90º e é de ir às lágrimas. É uma dor muscular, já me besuntei com um relaxante muscular mas nada de esta gaita melhorar. Muito bom para começar a semana...

 

Tenham, portanto, um dia excelente, sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mas o melhor do meu Alentejo é isto...

03.04.13

... é a maneira como estes dois já gostam deste cantinho, é ver a herança que eles carregam, é sabê-los felizes ali...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do fim de semana alentejano

03.04.13

Este é o meu Alentejo.

Desta vez com uma incursão por um sítio inusitado (em modo pesquisa para o que vem a seguir). Desta vez olhado com olhos de ver, para absorver bem a toponímia, para reconhecer rostos e histórias (ainda da pesquisa). Desta vez com os miúdos a adorarem aquela tarde. E comigo a recordar a terra que se cravou no meu coração desde que nasci e da qual só tenho bos recordações.

 

O paraíso existe. O meu é ali.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do fim de semana

18.03.13

Fomos à terrinha. Não íamos desde o Natal, acho. Esteve-se muito bem. Muito menos frio do que da última vez, muito menos chuva. Lareira acesa, cama quentinha q.b. (na verdade, tenho sempre frio, mas adiante!), o livro do momento, os miúdos em actividades que adoram (tipo dar de comer às galinhas, fazer festas a cães e perseguir cabras-que-devia-estar-a-ser-ordenhadas). Foi bom. E da próxima vez que lá formos, teoricamente, vai estar ainda mais quentinho... é que eu e frio na cama é uma combinação que... não dá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Insta_Weekend

03.02.13

Este fim de semana foi assim. Sábado de manhã, miúdas no ginásio e miúdos no barbeiro. À tarde, filme enquanto eles dormiam a sesta. O serão foi passado entre sushi caseiro e episódios do Mentes Criminosas.

Domingo aproveitámos a manhã de sol em Belém, com os miúdos a andar de bicicleta. Depois almoçámos num sítio muito BBB e, para terminar, fomos com eles a um parque infantil mesmo ao pé do restaurante. Durante as sestas deles vi mais um episódio do Scandal (não consigo parar e estou a tornar-me chata, eu sei) e li um bocadinho.Consegui resistir à tentação de me enfiar na cozinha a fazer scones e waffers e panquecas! (Nem sei como!!)

Agora é tempo de pôr a escrita em dia...


Fim de semana maravilhoso, só vos digo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim de semana

02.02.13

Sol. Roupa estendida.

Ânimo. Duas horas de ginásio a doer.

Conforto. Um duche quente depois do treino.

Mimo. A infanta comigo para todo o lado.

Maravilha. Almoçar bife de frango grelhado com arroz basmati e salada - não comia basmati há anos!

Descanso. Tarde no sofá, entre séries, filmes e um livro. E chá, muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje

28.07.12

Com o homem da casa ausente num casamento, ficámos só eu e os miúdos em casa.

 

A manhã foi pacífica: pequenos-almoços e ida à rua para comprar jornal e carne. Agora almoçaram e estão deitados para ver se dormem uma sesta (mínimo três horas, pleeeeeeeeeeeease!!). Eu já arrumei a cozinha e agora estou aqui indecisa entre arrumar tralhas que andam espalhadas pela sala há demasiado tempo, acabar o vestido da princesa, ir fazer cinnamon rolls ou ver um filme...

 

Provavelmente faço tudo! Basta que não ande a engonhar e que meta o turbo. Mas engonhar é o middle name do sábado à tarde... Oh well... Tenho que começar por algum lado!

 

Mais logo, quando eles acordarem, havemos de ver o Madagascar 2. E depois banhos, jantares, brincadeira e cama. Muito interessante, esta nossa vidinha...

 

UPDATE: Sala arrumada! Desapareceram os tecidos perdidos, os moldes, os acessórios por aqui espalhados. Prossigamos!

 

UPDATE 2: Já avancei com o vestido (o resto vai logo, quando já não tiver pestinhas a cirandar atrás de mim). Os cinnamon rolls... até não iam acontecer, mas depois recebi uma mensagem via facebook de uma amiga que os fez hoje e... a vontade voltou! Vou fazer para aí meia receita, pronto... Os miúdos dormiram uma hora (arghhhhhhhhhhh!) e agora vamos à rua, que eles estão a precisar de gastar energias... Depois, no regresso, Madagascar para eles e cozinha para mim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma manhã perfeita

05.03.11
Pai e filha no cinema - a estreia dela e logo em 3D, com uns óculos que lhe caiam da cara e que o pai teve que segurar durante todo o filme.

Eu e ele no café-das-manhãs-de-sábado. Ele a dormir, eu a escrever... e, de repente, já escrevi mais do que achei que seria capaz, em tão pouco tempo. Se continuar a escrever assim, lá para o verão começa a caça à editora...!


Autoria e outros dados (tags, etc)

Manhã perfeita

26.02.11
Alvorada às 8h30. Preparar a miúda para ir com o pai para o trabalho dele (adora!). Preparar-me a mim e ao miúdo para uma manhã fora de casa.
Saímos às 10h. Fomos pôr gasóleo, fomos ao mercado, fomos ao Lidl, fomos a casa da minha mãe, fomos ao Minipreço e...

... e fomos a um café aqui perto. Sentei-me, tirei o computador e o caderno, comi uma mini quiche e bebi um sumo e escrevi. Abstraí-me do mundo e escrevi. Estive uma hora e tal a escrever, a reescrever, a organizar, a planear, a projectar. No fim guardei tudo e saí dali com a sensação de que algo bom (para mim) tinha acabado de nascer...

E daqui em diante muitas manhãs vão ser passadas ali, a escrever... a ver onde isto vai parar!


Autoria e outros dados (tags, etc)

E agora,

16.07.10
meus queridos, é hora de dizer


THANK GOD IT'S FRIDAY!!!!!

E de ir para casa meter a máquina do pão a fazer uma belíssima massa de pizza que hoje não me apetece pensar e pizza é coisa de sexta-feira à noite! Ó ié!

Como se diz lá na terrinha...

Ad'virtam-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sunday morning...

06.06.10
A minha filha tem uma característica que eu não tenho e que adorava ter: acorda sempre cedo (7h30, sharp) e bem-disposta. Às 7h30 a única coisa que eu consigo é grunhir um "anda cá ao pé da mãe e dorme mais um bocadinho", coisa que ela cumpre caso estejamos só as duas em casa. Quando estamos os três desata a cantar, a puxar cabelos e a exigir "levanta-te, quero brincar". Esta parte do "levanta-te" nunca me cabe a mim, thank God, que eu tenho um marido altruísta que se deixa enrolar na conversa dela e que me deixa a mim enrolar nos lençóis mais um bocado. Portanto, 7h30, eles levantaram-se e eu dormi até às 10h45. Maravilha.

Entretanto, o polvo-à-espera-de-arroz descongela, eu saco (adquiro?) os episódios que me faltam do Flashforward e escrevo aqui. Com prazer, pela primeira vez desde Paris - aquela viagem matou parte de mim. Portanto é isto: ontem fiz profiteroles recheados com creme de pasteleiro (bage cremim para os gulosos-entendidos), ia vomitando, não vomitei (comi demasiados, estão deliciosos, depois queixo-me do peso - e só daqui a um ano é que me vou preocupar com o número que a balança me dá, so help me God).

Logo à tarde há um lanche especial do lado de lá do rio e eu estou feliz. Não posso é com a puta da vuvuzela que grasna todo o dia, todos os dias, de manhã à noite, aqui na minha rua. Cada vuvuzela devia vir equipada com um pequeno elemento pirotécnico que rebentasse com os beiços de quem soltasse ar por aquilo - que me desculpe a Selecção, mas acho que aquilo vai correr tão mal que o mais sensato era fazer a coisa sem grande alarido, para não se dar por nós. Mas equipados de vuvuzelas vamos dar nas vistas: olha aqueles, perderam esta merda mal aqui acentaram os pés e ainda fazem barulho por isso, tsss tsss tsss...

É isto: have yourselves a very nice Sunday! I sure will!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do fim-de-semana que aí vem

05.05.10
Temos casamento. Há muitas coisas que me apetecia fazer sábado. Curiosamente, ir a este casamento não é uma delas. Mas enfim. O noivo é amigo (a noiva é apenas parva), o grupo é porreiro (a noiva é apenas parva), o sítio é discutível (a noiva é apenas parva) e pronto. Lá iremos.

Ora, para este casamento (e para os outros dois, diga-se) não precisei de comprar vestidos. Tenho umas amigas queridas, a quem Deus nosso senhor deu um carradão de bom gosto. Portanto, vou de vestido(s) emprestado(s) e não me chateio nada com isso.

Acontece que o vestido é curto. E o tecido do vestido é fininho, fininho. E leve.

E acontece também isto:


Ora, f@da-se! 18º??? Aguaceiros?? Vento??... Coisinha mai linda... Prevejo o pior!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Wake up in the morning

01.05.10
Era suposto irmos piquenicar para o Jardim da Estrela. Não era suposto estar a chover. Logo, não vamos piquenicar para lado nenhum. Ainda assim acordei cedo. Tomei banho. Tirei o pão acabadinho de fazer da máquina. Tomei o pequeno-almoço. Bebi um café. Fui dar uma volta nos roupeiros e livrei-me de um saco de roupa. Fui dar uma volta nas gavetas e livrei-me de mais um saco de roupa. Sentei-me ao computador. Li. Escrevi. Joguei (caraças mais ao Facebook!). Estou a escrever este post. São 11h12.

E agora vou às compras e buscar a minha filha e volto para fazer o almoço. Às 13h30 estaremos a almoçar. E mais logo há jantar cá em casa, com uma amiga. Os nossos maridos vão para a despedida de solteiro do noivo da semana que vem e nós, como boas... más que somos, não vamos à despedida de solteira da noiva. Porquê? Porque é um dos eventos que entra na categoria de "frete social com gente de quem não gosto". E eu recuso-me a fazer fretes. Já não tenho idade para isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda do fim-de-semana ou de como eu adoro gente manienta

27.04.10
Lá na Herdade estava um grupo composto por quatro casais, uma mulher "extra" e seis miúdos. Gente de berço, elegantérrima, chiquésima, que trata os filhos por você, que se tratam entre eles por você e que não tinham mais de 40 anos. Um must, portanto. Gente daquela que fala com os cantos da boca para baixo e que diz coisas como "maçada", "Ó Bernardo, pare já com isso, querido" e afins. Os miúdos (a mais velha com 9 anos, a mais nova com 4, os outros ali pelo meio, três rapazes, três raparigas) a tratarem-se uns aos outros por você, "ó Gracinha, venha cá", "Manel, onde é que foi?", "quer jogar à bola, Vasco?" e por aí adiante. Chiquésimos, já disse?

Às tantas a minha cria andava lá a brincar com eles (é assim, de vez em quando misturam-se com o povo, uma espécie de coisa meio National Geographic. E uma das mães sempre a chamá-los. E eu já a passar-me. E os miúdos sempre a virem para ao pé de nós, conversar. E nós a tratarmo-los por tu, como as pessoas normais fazem. E eles na boa. Educadíssimos, é um facto, mas à vontade.

A meio do jantar de sábado a minha filha foi pintar para ao pé deles, para uma salinha de pinturas improvisada. E eu fui indo controlar. A dada altura, para chegar à tal sala, passava-se por um corredor e por uma salinha de estar. E lá estava um dos miúdos sentado de perna aberta, outro dos miúdos (rapazes, os dois) de joelhos em frente ao primeiro, cabeça enfiada no meio das pernas do outro. Passei, levantei o sobrolho e não disse nada. Mas o que estava sentado desatou a guinchar "ajude-me, o Bernardo quer-me morder a pilinha". Elegantérrimos. De berço. E ainda assim... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dos momentos sublimes

26.04.10
Sentar-me na sala de jantar, num sofá com vista para uma janela-de-cima-abaixo, rodeada de almofadas, de revistas de cozinha gourmet, de arquitectura e de decoração, pegar num livro de culinária, folheá-lo, copiar para o meu cook-book uma ou duas receitas que me interessaram, escrever uma crónica, escrever o início de um conto, chill-out a tocar, um cheiro delicioso a bolo de coco que estava efectivamente delicioso (e eu não gosto de coco...), o sol lá em cima, algumas nuvens, os miúdos lá fora a correr, vinte ou trinta páginas do livro lidas e muita vontade de parar o tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da decoração

26.04.10
Apaixonei-me por tudo naquela casa. Pelas jarras, pelos pratos, pelas flores, pelas cores, pelo ar rústico-vintage dos elementos, pelas mesas postas, pelos quartos, pelos jardins desarranjados. Tudo. Eu podia viver assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O melhor do fim de semana

26.04.10
A cozinha, obviamente. Duas vertentes: o que se come e o que se vê (e se ajuda a) fazer.

À chegada, já tarde, tivemos sopa de legumes (a melhor que já provei), arroz de vegetais com carpaccio de vitela e bacalhau com gambas e gengibre, mousse de chocolate com baba de camelo (parece improvável... mas é divinal).

No dia seguinte, à hora de jantar enfiei-me (eu e quase toda a gente que lá estava a passar o fim-de-semana) na cozinha (enorme, linda, cheia de luz, inspiradora) a ver fazer e a ajudar a fazer o jantar. Tomate com alecrim, courgette com roquefort, cachaço de porco preto gratinado, samball de marisco, bolo folhado de morango. Tudo coisas que hei-de reproduzir (e alterar) em casa. Pelo meio, copos de vinho branco gelado, muita conversa, muita aprendizagem e muita, muita inspiração...

Para o último almoço, sopa de legumes, salada de vegetais, presunto e cogumelos frescos, umas sandwiches de atum e gelado caseiro de morango.

Tudo too good to be true.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Let the images speak

26.04.10
Herdade da Matinha

Autoria e outros dados (tags, etc)

E não é que fui mesmo?

26.04.10
Onde? Passar um fim-de-semana de papo para o ar...

[Obrigada, Catarina. Foi ma-ra-vi-lho-so!]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vontades

23.04.10
Sabem o que é que me apetecia agora?

Agarrar nas tralhas, nos meus dois amores (lálálálálálá) e zarpar. Para sul, onde houvesse sol, boa comida e descanso com fartura. Apetecia-me estar um fim-de-semana inteirinho de papo para o ar, numa de não fazer rigorosamente nada!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escapadinha

21.04.10
Esqueçam o Algarve. Esqueçam a Costa Alentejana.

Que tal uma escapadinha até Marvão? Para quem não conhece, fica no Alto Alentejo. E o sítio em questão é giro, giro, giro.

Vejam aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da vida social

15.04.10
Contas feitas tenho, até ao final de Junho, UM fim-de-semana sem nada combinado... Entre viagens, trabalho, casamentos, despedidas de solteira, almoços, jantares, festas de aniversário, almoços de família e afins, há UM fim-de-semana em que vamos poder ficar em casa, sem fazer rien de rien...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do fim-de-semana

12.04.10
Terrinha dele. Sol, vento frio. Chegámos antes de almoço, no sábado. E depois foi fazer o almoço, almoçar, trabalhar, planear trabalho, ver "O Rapaz do Pijama às Riscas" (menos o finalzinho que, não sei porquê, não ficou gravado na pen). Depois jantar, arrumar a cozinha e começar a ver o "The Shutter Island", que não acabei porque adormeci.

Domingo rumar a Torres Novas, conhecer a prima Maria pequenina-pequenina, passear num jardim fantástico, ir almoçar ao Entroncamento, dormir parte da viagem de regresso, ele ir ter com o irmão para lanche de aniversário, eu ir com a miúda ao parque (onde ela fez o favor de se estampar do escorrega abaixo, nada de grave, contudo), depois regressar a casa, jantar sopa e um batido, arrumar a cozinha, ver um episódio do Flash Forward e meio do Lie to Me, ler um bocadinho e dormir.

Foi um dos melhores fins-de-semana lá. E ele a dizer-me "não gostaste, pois não? é que ninguém te vê...". E eu a responder "pois não, e é mesmo por isso que gostei tanto... porque estive lá, no meu canto, sem fazer fretes"...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Resumo alargado do fim-de-semana

15.03.10
Passei o fim-de-semana a cozinhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia perfeito

13.03.10
Acordar cedíssimo - a bela resolveu que oito da manhã era uma hora porreira para começar o andamento. Acontece que não me apetecia, portanto fui dormir a horinha que me faltava para a cama dela (caibo mesmo à rasquinha).
Depois fomos ver se conseguíamos cortar o cabelo à miúda que, tirando uma vez que achei por bem aparar-lhe umas pontinhas, nunca cortou o cabelo (franja não é cabelo, é franja, e isso eu corto de vez em quando). Não conseguimos, que o nosso cabeleireiro é top e tinha que ir para a ModaLisboa - e para a semana vai para o Portugal Fashion e portanto também não vai poder tratar da mini.
Parque dos Poetas, nós e mais 50 casais com uns 80 miúdos (estou a exagerar, mas só um bocadinho). Escorregas, baloiços e afins... e o meu momento alto foi quando resolvi ir matar saudades de andar de baloiço: alto, bem alto, cabelos a voar. Depois eu e ele resolvemos andar numa daquelas coisas que ora pende para um lado ora para o outro, ele a insistir que eu sou mais pesada do que ele - mentira, que sem fazermos força era sempre ele que ia com o rabo abaixo!
Depois almoço nos meus pais. Sesta. Cozinha - ide ver. O jantar vai ser fettucine com molho de cogumelos - mais logo mostro. Depois sessão de home cinema. Perfeito!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Home, sweet home!

20.02.10
Tenho um pão caseiro a meio do processo. Estou a levar uma estafa de Manon (quem vive no planeta Canal Panda sabe...). Estava a ver o 2º episódio do 24 mas fui interrompida. Agora vamos lanchar. Logo haverá sessão de cinema caseira. Está frio na rua e quente aqui ao pé do meu saco de água quente. Tenho um vizinho qualquer a dar na house music meets kizomba há horas. O marido andava a montar prateleiras na cozinha mas teve que interromper porque lhe faltava uma peça - foi às compras. Digam lá que isto não é uma vida de charme...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D