Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Conversas de homens

28.02.14

Isto foi o que o meu marido partilhou ontem no facebook dele. Acho a conversa demasiado deliciosa (e memorável!) para não partilhar...

 

5 da manhã. Estou para sair de casa e ir trabalhar, mas antes o ritual de todos os dias: dar beijo à mulher, à filha e tirar o mais novo da cama para fazer xixi.
Enquanto se alivia, toca na masculinidade e exclama:

 

- Pai, a minha pilinha tá muito grande e dura.
- Pois é.
- Porquê?
- É mesmo assim, 'tá tudo bem.
- A tua pilinha também fica assim grande e dura?
- Às vezes, filho.
- BOA, PAPÁ!!!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas boas

26.02.14

Ando bem disposta. Apaixonei-me por mim novamente. É um bocado narcísico, sim, mas faz falta. Ando orgulhosa das pessoas que sei que vou tocando com esta história que estou a viver. Quem lida comigo sente-me mais feliz. Ainda bem. Estava cansada do cinzentismo, do morno, do assim-assim. Eu mereço mais do que o assim-assim.

 

Tenho corrido mais. No domingo que vem vou fazer a Rapidinha de Cascais. São só 5km, mas isso para mim é épico. Até hoje, corri 5km três vezes, sempre na passadeira. Não custa? Claro que custa! E não é pouco! Mas no final, a sensação é inexplicável. Dia 16 volto a correr na rua, na Mini Maratona da Ponte. Vão ser 7km... mais puxado, é certo, mas não me preocupa tanto, porque vou ter uma lebre das boas nesse dia.

 

Os bolos... tantos, tão bom! Tem sido uma aventura (que tenho mostrado no Instagram, só). Tenho aprendido tanto! E tenho tentado sempre superar-me... e acho que não me tenho saído mal.

 

Entretanto, o blog. Acontece-me imenso durante o dia: aparecem-me posts à cabeça o tempo todo. Só que, graças à tecnologia, que me obriga a ter que ligar um portátil para escrever, eles ficam ali mesmo, na minha cabeça. Já disse: ando a pensar seriamente em mudar isto de plataforma e em voltar à base. Calha que ainda não consegui importar lá (no Blogger) os posts deste ano e meio de Sapo. Mas estou a tentar. E às tantas ainda mudo na mesma, mesmo sem posts importados! Queria ter tudo junto bonitinho, direitinho e tal. Mas se não der, que se lixe! Não posso e nem quero deixar isto ao abandono. Quero escrever mais, contar-vos mais, partilhar mais. Mas tem sido complicado.

 

[Vanessa, chama lá aí o Daniel, please, para ele me dizer que não ha nada a fazer...]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

(Nem sei que título dar a isto...)

12.02.14

Hoje, no balneário do ginásio, uma senhora com os seus 60 anos, enquanto se limpava depois do banho, começa a cantar...

 

"safada, perigosa, ela tem vontade de fazer amor"...

 

(Priceless...)

 

(E conseguir não rir perante isto?? Um esforço do caraças, só vos digo!!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Mecogate

24.01.14

Tudo o que se possa dizer, além do que já se sabe, parece-me pura especulação. Só, mais nada.

 

Sou mãe, a coisa que mais pânico me provoca é pensar que posso vir a perder os meus filhos - seja de que forma for - mas o Dux também é filho de alguém. Não consigo olhar para o que se vai dizendo na comunicação social e "culpar" o sobrevivente. Teve sorte - ou talvez não, pode nem sequer ter estado em risco. Mas não sei, perante o que se vai dizendo (especulando) sobre ele, se ele a esta altura não pensará que preferia ter morrido também. Está a ser julgado em praça pública. Está a ser apedrejado porque não fala, não conta o que se passou. Não sei se está capaz ou não. Sei que, no lugar dele, eu não teria coragem nem vontade de falar à comunicação social. Aos pais dos que morreram? Talvez. Mas já pensaram que tudo o que ele possa dizer pode vir a trazer ainda mais sofrimento àqueles pais? Os pais dos que morreram precisam que haja um culpado, precisam de mitigar a angústia de alguma maneira e, dada a crueldade das mortes dos filhos (não consigo imaginar coisa mais aflitiva do que um afogamento), um culpado talvez ajudasse. Talvez precisem de saber que os seus filhos foram obrigados a entrar no mar. Talvez precisem de saber que houve dolo. Talvez precisem disso para deixar seguir em paz os seus filhos, perdidos numa morte certamente injusta, com certeza prematura, inequivocamente estúpida. Eram miúdos com muito por viver. Mas não matemos quem está vivo. Não retiremos ao sobrevivente, ao João, o direito a viver. Não o julguemos sem factos, sem saber o que se passou. O João, como o Tiago, o Pedro, a Joana, a Carina, a Catarina e a Andreia, é filho de alguém. Merece viver. Merece respeito. Também os pais dos que morreram merecem respeito. Certo. Só que nada, explicação nenhuma, justificação nenhuma, lhes trará de volta os filhos. E o João, parece-me, está a ser "morto" aos bocadinhos. E eu não quereria ter um dia que explicar aos pais do João que ele "morreu" porque foi julgado em praça pública, por treinadores de bancada que só sabem o que os jornais contam. Não atiremos pedras. Não julguemos. Deixemos viver quem está vivo.

 

[Todos são inocentes, até prova em contrário. Uma sociedade em que se pense que todos são culpados, até prova de inocência não é uma sociedade livre nem justa.]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Querido Pai Natal

18.12.13

Se ainda não arrancaste do Pólo Norte e se ainda for a tempo, esquece estes:

Para mim, pode ser um destes:

[Há bocado, à saída da natação da miúda, o meu telefone caiu com o vidro para cima - isso, para cima. E partiu-se. Durou de Agosto a Dezembro e feneceu à primeira queda depois de ter substituído o vidro original (que aguentou mil quedas, até ao dia em que desistiu). Estou triste - mas funciona, aparentemente foi mesmo só o visor, não se partiu o touch. Menos mal. Vai ter que aguentar... A não ser que o Pai Natal reconheça o quão bem me portei este ano...]
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Recuperação

17.12.13

Só esta noite - três noites depois do cansaço, portanto - é que consegui recuperar da maratona de trabalho do fim de semana... We're growing old...

 

(Saudades do tempo em que saía muito, chegava a casa às 5 ou às 6 da manhã, dormia até ao meio dia - seis ou sete horas, portanto -, e estava pronta para regressar à vida! Agora demoro meia semana a recuperar... E só piora, não é? Digam-me a verdade...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Natal embrulhado

17.12.13

Despachei hoje o assunto Natal. Se por Natal entendermos "nascimento" a coisa torna-se ainda mais exacta. Presentes de Natal propriamente ditos faltavam poucos - e muitos, simultaneamente, já que faltavam todos excepto dois e os que comprei não foram muitos. Duas sobrinhas, prima que ainda entra na categoria criança (que nós só damos presentes às crianças), filha e marido. O filho e o outro sobrinho já estavam tratados - e isto fechou a lista de presentes de Natal por estas bandas.

Só que entre dia 19 e dia 24 fazem anos quatro pessoas fundamentais para nós: a madrinha da minha filha, o padrinho da minha filha, a mulher do padrinho da minha filha e a filha do padrinho da minha filha (eu tenho pontaria, eu sei!, mas ele ainda tem mais: a casa dele aniversa toda num intervalo de cinco dias! E podia ser mais "grave" ainda, se eu não calho a ter tido aquela gravidez molar - o bebé estaria a fazer um ano por estes dias, tal como a filha do padrinho). Portanto, também tratei dos presentes para eles, que não podiam faltar e que não têm culpa da altura em que foram feitos nem da altura em que nasceram. Gosto de tratar de presentes assim: com tempo, sem confusões e sozinha, que é para andar para cá e para lá sem cansar ninguém. Por este ano, está feita a festa. Agora é começar a pensar em bolos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre a minha vizinha

17.12.13

Fez ontem dez anos que comprei a minha casa. Esta, que entretanto sofreu uma actualização de software e passou a ser a nossa casa. Quando para cá vim, no final de 2003, estava sozinha no patamar. O viznho da frente nunca tinha sequer habitado a casa, havia uma guerra em tribunal por causa dela e, anos depois, a dita foi vendida (em leilão público, suponho).

Vieram então para cá os nossos vizinhos da frente: mãe e três filhos adolescentes. Tinha tudo para correr mal, só por esta descrição. Eu sei, não é simpático da minha parte - e não sei o que me espera daqui a 8-10 anos, quando os meus filhos forem também adolescentes - mas o que é facto é que temi o pior: barulho e confusão a toda a hora. Não podia ter-me enganado mais. São super sossegados, super educados, super simpáticos. E prestáveis - acho que vos contei que foi a mãe-vizinha que recebeu os meus óculos quando eles chegaram e que, se ela não o tem feito, acho que ainda hoje não os tinha comigo.

Bom, acontece também que a senhora é uma excelente cozinheira. Já provei a comida dela? Não, nunca. Mas o patamar cheira sempre tão bem que é impossível a comida ser má. Agora, por exemplo, saí do elevador e cheirou-me a caril (em bom, atenção!). Faço este exercício muitas vezes: tento adivinhar o que ela cozinha pelo cheiro que se sente no patamar.

E eu, que adorava o sossego que era um patamar só para mim, gosto muito desta ideia de não estar aqui sozinha, de ter aqui gente mesmo ^`a porta. No fundo, uma companhia. Com cheiros bons, ainda por cima!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Hoje

11.12.13
Hoje o dia começa em Lisboa, numa reunião que promete... Depois, a ser possível, haverá Frente&Verso ao vivo e a cores, que não estou com a minha parceira de debate desde a Feira do Livro!

Já cá volto com novidades. E hoje tenho uma coisa deliciosamente sublime para vos mostrar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Trocas

10.12.13

Estou farta de andar em trocas de compras de Natal! Este ano não há uma coisa em que acertemos, mamãe e eu! Ora são botas pequenas, ora são camisolas pequenas, ora são casacos... mas nunca é tudo ao mesmo tempo! Portanto, hoje, mais uma passeata pelo shopping, para acertar tamanhos de coisas. E a ver se vou levantar os exames que fiz em Setembro... E a ver se vou ao Ikea, abastecer-me de livros-presentes-de-Natal...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ma-ra-vi-lho-so

06.12.13

(E fiquei meio sem palavras. Não, fiquei mesmo sem...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Amigo secreto

03.12.13

Este ano decidimos, entre amigas, fazer uma troca de prendas em modo "Amigo Secreto". Só que não estamos para nos chatear/não temos tempo para gerir a coisa. Andámos à procura e encontrámos um site que faz exactamente isso: sorteia os amigos, manda a informação necessária para cada um, permite que se façam perguntas (anonimamente, claro!) ao amigo secreto, para aferir melhor os seus gostos, dá para criar listas de desejos (que também podem ajudar quem oferece) e... zero chatices!

 

Para o caso de andarem às aranhas com sorteios de Amigos Secretos, fica a dica: Elfster.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Do carinho

02.12.13

Ontem, quando falei pela primeira vez no dia que estava a chegar (foi no Facebook), uma amiga-leitora relembrou a música que deixei no blog quando saí de casa para ir ter a minha filha (três anos mais tarde viria a fazer o mesmo com o meu filho). E esse comentário pôs-me a pensar. Há gente que me lê há muito tempo. Gente que se lembra da minha história, que "viveu" comigo esta e outras fases da minha vida. Que me leu triste e feliz, que me acompanhou em alturas em que nem eu me aturava a mim mesma, e noutras em que só me apetecia gritar o quão feliz estava. Isto são os blogs. O resto, as tricas, as brigas, os diz-que-disse, as picardias, são outra coisa qualquer. Para mim, o meu blog há-de sempre ser o veículo que me trouxe gente boa, que me cruzou com gente que tenho o maior dos gostos em conhecer, gente de quem gosto a sério. Com o meu blog vieram amizades para a vida, vieram tias para os meus filhos, vieram amigos-irmãos como o "meu" Jack.

No comentário que a Filipa me fez ontem, percebi o tal carinho. E senti-me virtualmente abraçada. Uma pessoa que se lembra do post que escrevemos há seis anos, antes de dar entrada na maternidade, merece todo o carinho em troca. (Obrigada, Filipa!!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O melhor dos meus dias - side effects

29.11.13

Graças à ideia "O melhor dos meus dias", da Catarina, tenho conhecido blogs dos bons. Só por isso já valeria a pena. No meio da horda de catálogos em forma de blog que por aí cogumela, é bom encontrar gente que não segue esse caminho e que faz um tipo de partilha diferente. Menos comercial, menos consumista, mais introspectiva, mais bonita. Dois exemplos: este e este. E deixo-vos este, que não conheci através desta iniciativa, mas que vale muito a pena.

 

[E acabo de me aperceber: nos blogs, como na decoração, como na vida, gosto de luz. Fundos brancos, letras harmoniosas, imagens bonitas, uma doçura latente, uma vontade de me aconchegar no sofá e ficar - e sempre que penso nisto "regresso" a um lugar que amo: na Herdade da Matinha, na cozinha/sala de jantar, há (ou havia, não sei se ainda há) um recanto com um sofá cheio de almofadas; em frente, uma janela enorme. E ali, naquele recanto, com a minha música, li e escrevi e gravei em mim um momento muito feliz, que ficou. E agora, sempre que saboreio um conforto idêntico, é ali que "regresso".]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas de que eu preferia não ter que falar

28.11.13

Disto:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Feels like heaven

28.11.13

Eu devia estar a postar as imagens giras da semana, no que toca a decoração... Mas esta rubrica acaba de ganhar passaporte para as manhãs de sexta. As quintas-feiras ficam da exclusiva responsabilidade da dupla Frente&Verso - e, sobre isso, falamos logo à tarde... Mas hoje temos conversa bem adequada à época em que estamos a entrar...

 

(Já vos disse quão difícil é encontrar temas em que eu e a Margarida tenhamos opiniões discordantes?? Vocês não imaginam as sessões de brainstorming que acontecem numa janela de chat do Facebook, cada vez que é preciso decidir um tema...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

And again

28.11.13

Hoje, já sem papai e sem filhote, novo spree de compras de Natal. Vou servir de motorista, na verdade. E ajudar a escolher. Comprar, comprar... Nop. Já fechei o meu leque de prendas de Natal: filhos (2), "sobrinhos" (2), primos pequenos (1), marido (1, óbvio!). Ainda hei-de fazer umas fornadas de bolachas e este ano é só isso - nem sequer me meto a fazer compotas (que depois acabam a enfeitar prateleiras durante anos a fio).

 

Ouçam lá, vocês são dos que apostam em homemade gifts ou dos que correm tudo a presentes comprados fora? E se forem da facção homemade, o que é que costumam fazer para oferecer?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Afinal não vai chover

27.11.13

Não tive tempo de lavar os vidros...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

É pró menino e prá menina...

27.11.13

Falemos de roupa e de sapatos ("ui... então esta não gosta de moda nem de trapos e vai falar disto??" Exactamente!).

Tenho uma filha e tenho um filho, como sabem. Ora comprar roupa para um e para o outro são dois assuntos completamente diferentes. Para ela há tudo e mais alguma coisa. Camisas, t-shirts, casacos, coletes, calções, leggings, calças, saias, vestidos, blusões, sapatos, ténis e botas, tudo para todos os gostos: betinho, mitra, hannah montana-ish, pindérico, piroso, muito piroso e normal - e normal, para mim, no que toca à roupa de menina, é isto: simples, despretencioso, prático e confortável. Já sabem: nunca me passaria pela cabeça mandar a miúda para a escola de vestido e meias até ao joelho, com este frio tropical que tem estado! Quero que ela salte, pule, que se mexa, que pinte com canetas (e metade das vezes a pintura estende-se à roupa), que se sente no chão sem medo de se sujar. O que se suja lava-se e é raro estragar roupa - e mesmo quando se estraga, a não ser que seja alguma coisa realmente muito grave, continua a usar (lamento, mas não sou pelo desperdicio).

Comprar roupa e calçado para ele é um suplício. Bom, talvez o problema seja meu, que lhe compro roupa na Primark. Se comprasse na Lanidor Kids ou assim acho que não tinha razão de queixa. Bom, quis comprar-lhe umas pantufas. Lá fui eu à feira loja. Para menina, uma data de modelos diferentes. Para rapaz? Só a partir do número 28 ou coisa do género. Número 24 e inferiores, nada. Zero. Resultado: pequeno príncipe tem agora umas lindas pantufas... da Minnie. Era o que havia. E como é para usar em casa e eu quero mesmo é que ele esteja quente, lixei-me nos bonecos e comprei na mesma. Mas é uma chatice que não haja tanta coisa disponível. Na H&M, por exemplo, há muita coisa e é por isso que é a minha loja preferida, no que toca a roupa de rapaz. Só que não é tão barata como a Primark, pelo que vou lá menos vezes. A Zippy também tem carradas de coisas giras mas, again, mais caras do que na feira Primark.

Vale-me o facto de ele usar muita roupa emprestada... e de herdar muita coisa da irmã. Agora que ele tem quase 3 anos já não abuso, mas, durante muito tempo, o meu rapaz saiu à rua com roupa cor-de-rosa (interiores, lógico): usou pijamas, collants, bodies e camisolas interiores de menina, e então? Por mim, sem problema. Mas agora, com ele mais crescido, já não dá tanto para fazer essas avarias, portanto dava jeito que a feira Primark colaborasse e apostasse um bocadinho mais na roupa de menino. É só uma ideia, sim? Agradecida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Só p'ra dizer...

27.11.13

... que amanhã, em Sintra, vai chover. Como é que eu sei? Simples: vou lavar vidros. (Sim, há uma relação directa entre as vezes que eu lavo vidros e as vezes que chove...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Upcoming

26.11.13

Já não posto o Coração nas Mãos desta semana hoje. Amanhã, logo de manhã, para começar bem o dia. E à tarde chega o Come Along da semana. (Estar aqui de volta de registos de marcas e de registos de domínios e de alojamentos de sites não é coisa que ajude à criatividade. E a escrita precisa disso, but of course!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

...

26.11.13

Dia de levar mamãe às compras de Natal. E papai. E filhote. Dia de nos perdermos mil vezes uns dos outros. Dia de ouvir o meu pai soprar outras tantas vezes. Dia de o meu filho se agarrar a balões de lojas avulso e de os rebentar. Dia de andar a correr, e mesmo assim nem foi muito mau porque escolhemos um shopping espaçoso e com pouca gente (mais ou menos, vá). Estou cansada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

A correr

26.11.13

Gosto disto de ter mil coisas para fazer e de me sentir a mil. Gosto da sensação de ir cumprindo metas, riscando linhas na to-do-list, fazendo o que quero. Dá-me um gozo tremendo isto de andar a correr de um lado para o outro. Chego à noite de rastos, mas é bom. Até ao Natal vai ser assim. Há muitos bolos, muitas festas, muitas coisas a acontecer. Tão bom!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Biblioteca

25.11.13

Impossível não amar a "minha" biblioteca! Acabei de andar entre o GoodReads (e a minha lista do que quero ler) e o catálogo da biblioteca, a reservar livros. Estão cinco reservados, hei-de ir buscá-los amanhã ou quarta. Escuso de andar lá à pesca nas prateleiras e tudo (se bem que foi assim que descobri uma data de livros que adorei ler!).

 

Ando há que tempos para experimentar a de Sintra (a "minha é a de Oeiras), mas, não sei porquê, aquilo não me puxa tanto... Sei que é gira, que tem muita, muita coisa, que tem actividades e tal e tal. Mas... a de Oeiras é ao pé do mar e há sempre estacionamento disponível perto e fica mesmo pertinho do meu Renato - e sim, estou a precisar de ir cortar o cabelo. Hábitos, que fazer?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vida

25.11.13

(Não consigo dizer nada...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Closure

22.11.13

É triste que, de vez em quando, a vida real se assemelhe um bocado aos thrillers que vou lendo. A história do homicídio da Alexandra Neno e do Diogo, há coisa de cinco anos, dava um livro dos bons. E ninguém esperaria este final: o homicida não aguentou os remorsos e entregou-se, passado este tempo todo. Se não o tivesse feito, acredito que nunca se chegasse a saber quem ele era. É muito mau isto de, de vez em quando, a realidade se parecer muito com a ficção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Et voilá...

21.11.13

... óculos novos encomendados. Quando chegarem mostro...

 

[Comprar óculos online: todo um novo mundo para mim!]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Momento WTF?? do dia

21.11.13

Tenho no telemóvel uma app que identifica que música estou a ouvir. Ou seja, imaginem: vou no carro, passa uma música na rádio e eu não sei qual é. Saco da app, gravo a música e aquilo diz-me que música é, no espaço de 5 segundos.

 

Ora hoje aconteceu: música gira, app a trabalhar... e, tau, a música é dos One Direction!! (Me-do!)

 

[A app chama-se TrackID.]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

To do

21.11.13

Escrevo-vos, quase sempre, em directo da minha sala. E preciso de dar uma volta à dita. Olho à volta e vejo demasiada confusão. Demasiada tralha que não me faz falta (sou adepta do "pode ser que seja preciso, um dia!"... how stupid is that??). Portanto, vou pegar em mim e vou anotar tudo o que preciso de fazer aqui

terminar de montar o álbum de casamento (estamos a caminho dos cinco anos de casados...)

arranjar maneira de guardar os dossiers sem estarem à vista na estante-biblioteca

arrumar os tecidos

arrumar os pratos de bolos, as caixas de bolos e a lazy-susan que uso para decorar os bolos

arrumar a zona de costura

dar destino a um caixote que aqui ficou "trato disso já a seguir" e que já aqui está há quase dois anos...

devolver a vontoinha aos meus pais

etc...

e fazer efectivamente tudo o que estiver na lista. Ir fazendo, mas a uma velocidade que se enquadre na normalidade. E não ter que escrever sobre isto daqui a uns tempos...

 

[Procrastinadora, eu??? Não sei porque é que dizes isso!!!...]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amanhecer

20.11.13

Com os meninos a dormir na avó pensei: posso dormir até mais tarde (ou, pelo menos, acordar devagar sem ter horas para chegar).

Às 8h começaram os vizinhos do lado a partir paredes. A sério: perfeito! Não podia ter sido ontem, não podia ser amanhã. Tinha que ser hoje que eu podia dormir mais um bocadinho. Obrigada, Lei de Murphy...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D