Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quando o passado regressa para nos assombrar...

09.04.13

.. fugimos dele. Eu fujo, pelo menos.

Ora bem, nos idos anos 80, mamãe vestia-me vestidos-de-ir-à-missa para andar na rua, para ir à escola, para ir a sítios que não a missa (mas para ir à missa também). E eu dava por mim com uns mega babetes alapados no peito, como quem diz "sou muito desastrada, babo-me em profusão, por isso careço destes atoalhados aqui". Eu odiava. E odiava as fotos com ar de parola vestida de boneca de porcelana. Hoje, quando olho para as fotos destes desastres, o sentimento é de vergonha. Isso, vergonha. Ah, e tal, usava-se. Certo. Ainda assim, vergonha.

Acontece que eu sou pelo "não faças aos outros o que não queres que te façam a ti". E é por isso que me recuso a vestir roupa-de-ir-à-missa aos meus filhos, principalmente à minha filha, que não fez mal a ninguém para ser obrigada a andar com babetes gigantes só porque sim. Ah e tal, agora usa-se. Oi? Usa? Certo, mas usam-se mais coisas. Ah e tal, é chique. Caguei no chique. Não quero que a minha filha ande chique. Ela tem cinco anos! Tem é que andar confortável, tem que se conseguir mexer e correr e saltar, que é o que os miúdos de cinco anos vêm programados para fazer. E eu não estou para andar de polícia atrás dela, a ver se ela não se esbardalha algures e se não lixa o vestido-de-ir-à-missa que ainda por cima é caro "pa caraças".

Quando vejo miúdos (alguns ainda mais pequenos que a minha filha) com roupa desta só consigo pensar um "coitadinho"... Imagino-os sempre cheios de medo de se sujar, com as mães atrás deles a ver se não vai mais um modelito para o galheiro. Mas quando vejo miúdos com roupa confortável, jeans, uma camisola, um casaco, uns ténis-de-ir-à-guerra acho o máximo. Gosto. Gosto mesmo. E a minha filha também gosta. É da maneira que pode andar por onde quer, tipo tractor (princesa-tractor, como lhe chamo, já que ela é super feminina mas muito despachada e gosta mesmo é de andar aos saltos - não é nada uma daquelas miúdas comportadinhas que ficam queitinhas sem ser preciso mandar dois berros). Ela gosta. Eu também.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

De macacagravaporcima a 09.04.2013 às 15:29

conforto em 1º lugar... afinal de contas, são crianças!!!

De Lara a 09.04.2013 às 15:34

Clap Clap Clap!!!!
Concordo completamente!!!
Estou fartinha de ver as crianças com aquelas golas gigantes, laços gigantes, roupa toda pipi...uma vez por outra, mas ir para a escola assim?faz-me realmente confusão. E está mesmo na moda, impressionante. E, para mim o pior é, q por onde olhamos vemos todos assim, deixa de ser giro para passar a ser um exagero.
Mas gosto são gostos! :)

De Susana a 09.04.2013 às 15:34

Eu também!!!

De Kaf a 09.04.2013 às 15:37

Mais de acordo impossível.... mete-me espécie as crianças com um ar "saidinho da engomadoria, não mexe, não toca, não suja"

De Ana Sofia a 09.04.2013 às 17:07

Julgo que estamos a atingir um certo extremo hoje em dia. Parece que, de repente, e graças a alguns blogs "famosos" (essencialmente), a grande maioria da roupa das Zaras, C&A, H&M e outras que tais para crianças não tem estilo nenhum. Porque são gangas, porque são duras, porque isto, porque aquilo. Sim, é verdade que há marcas (internacionais) que insistem em transformar as crianças em mini adultos (brilhantes na roupa das miúdas, padrões pavorosos com caveiras e afins nos miúdos, etc.), e isso eu acho detestável, mas também há marcas nacionais cuja roupa eu não compraria para levar o meu filho a lado nenhum, muito menos para se arrastar na areia do jardim do infantário. Não é só a questão do preço (que nalguns casos é totalmente absurdo) mas também pelo tipo de materiais e por deixar as crianças pouco à vontade para fazerem o que mais gostam: brincar.
Não temos todos os mesmos gostos, nem temos que ter, mas julgo que se está a criar uma onda de "se não vestes o teu filho/a de forma clássica então não tens bom gosto". E isso parece-me parvo.

De Sara Felix a 11.04.2013 às 23:19

Eu, então, sou gaja para chocar as grandes baby fashionistas deste país, as tais dos 'kits' :) O meu pequeno, no dia-a-dia, anda mesmo é de... fatos de treino, polares, sweat shirts. O grosso da roupa dele consiste nisto, porque ele encarna o verdadeiro tractorzinho, que leva tudo à frente, se esponja pelo chão, se suja todo a comer as coisas à mão... e eu não podia care less!
No final do dia, se formos a algum lado, muda para uma roupa mais de sair; aos fins de semana, e sempre que saímos, usa a roupa "normal". Mas eu não sou NADA apologista de comprar roupa muito cara aos miúdos que, rapidamente, crescem e deixam de a poder vestir. E gosto de um estilo descontraído, prático, e fácil de usar. É assim que eu o visto. :)

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D