Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Limonada

04.07.12
Segunda-feira de manhã apresentei-me no hospital para fazer a interrupção médica da gravidez. Comecei o protocolo as 13:30, fiquei cheia de dores logo a seguir. Deram-me medicação para as dores (drogas duras, das boas) e as 17:30 estava a rebentar a bolsa. Vou poupar-vos os detalhes. Digo apenas que o processo normal não foi suficiente e que, além da epidural, tive que levar uma anestesia geral e fazer curetagem. Acordei à meia-noite, completamente grogue, com um olho para cada lado, segundo o relato do querido marido. Vomitei o almoço e depois lá sosseguei. Às 2:30 vim para o quarto e dormi, apesar da dor de cabeça.

Tenho estado bem. Tenho a tiróide alterada e as dores de cabeça só aliviam com nolotil e com café (descobri isto do café esta tarde). Dói-me a barriga, que foi super espremida e amassada durante o processo de expulsão, mas não tenho mais dores.

Tenho a cabeça arrumada. Estou triste, mas estou conformada e a andar em frente. Já tive que consolar uma série de pessoas que se mostraram mais fragilizadas do que eu...

Ou seja, o que se passou foi grave mas está resolvido. É tempo de seguir em frente, sem lamentos, sem filmes. Terminou tudo bem, em princípio eu não vou ficar com sequelas nenhumas e, se quiser engravidar, posso, desde que termine o protocolo de avaliação médica.

Autoria e outros dados (tags, etc)


34 comentários

De Agridoce a 04.07.2012 às 21:48

Muita, muita força. E um beijinho enorme!

De Isabel Mira a 04.07.2012 às 22:06

Querida "Marianne" (desculpa a intimidade de quem parece q já te conhece há anos e pessoalmente, apesar de não ser verdade)
O que tem de ser tem muita força, e apesar de não acreditar muito no destino, nem de ser religiosa, já tive a minha quota parte de "coincidências", isto para dizer q aquilo por que passamos deve ter um objectivo... nem que seja para valorirzarmos o que já temos. És forte, mas tb deves ter "aqueles" momentos... Rodeada dos que te amam, vais ultrapassar ainda melhor e seguindo as indições médicas não tarda serão cinco aí em casa!
bj grande

De ana a 04.07.2012 às 22:08

Desejo-te imensa força e que recuperes desse momento. É e será sempre uma marca na tua vida, na vossa vida, mas são realmente, como disseste, azares que infelizmente acontecem. E apesar de toda a expectativa criada no seio da vossa família, que acredito que se cria a partir do momento em que se vê um teste positivo, também não é menos importante estares bem, não ficares com sequelas físicas.

E continuo a desejar, como disse no comentário anterior, que consigas sempre, com maior ou menos custo fruto da intensidade da vida, reajustar as velas e seguir viagem com o máximo de tranquilidade possível.

Um grande beijinho e muita força para vocês

De Kyla a 04.07.2012 às 22:46

Não tinha de ser Marianne...não tinha de ser!
Foi uma grande provação na tua vida e com isso sairás mais forte!
É daquelas coisas que não compreendemos porque nos acontecem, mas que devem ter a sua importância.
Deus não dá ponto sem nó!
Beijinhos de alento e força.

De Fatima a 04.07.2012 às 23:27

Lamento muito o que aconteceu. Posso apenas desejar-te muita força e ao resto da familia!

Um abraço forte, e muita energia positiva

De Anónimo a 04.07.2012 às 23:55

Apesar de não nos conhecermos, queria passa-lhe uma mensagem de carinho de alguém que, infelizmente já passou por isso demasiadas vezes. Sei que é uma dor silenciosa e muito nossa, que leva tempo a sarar. Por mais que nos tentem acarinhar e acalmar, dificilmente conseguimos entender o porquê de tamanha injustiça.

Também não consigo dizer qual a receita mágica, mas sei que no meu caso chorar (que nem uma verdadeira Madalena arrependida) e agarrar-me aquilo que já tenho, me ajudou muito.

Se alguma vez necessitar de falar com alguém que não conhece, estarei deste lado :)
bjs

De mari a 05.07.2012 às 00:09

um abraçinho (pela tua enorme força e coragem) minha princesa**

De só sedas a 05.07.2012 às 01:27

Querida Marianne, só reparei nestes posts todos agora. Lamento muito o que aconteceu, nunca é agradável nem física nem psicologicamente mas percebo muito bem quando dizes, apesar das más noticias, que te sentias serena por saber que tudo tinha uma explicação. A nossa voz interior está sempre certa! Espero que estejas a recuperar bem, aproveita o voltares a sentires-te bem. Se acreditares nisso, pensa que tens mais uma alminha a olhar por vocês, se não acreditares, pensa que tudo isto valeu para alguma coisa. O importante é que estejam todos bem.

Beijinho grande

De scas a 05.07.2012 às 05:04

isso das dores de cabeça é da epidural. passei por isso 2 xs infelizmente. 2 bons remédios: coca-cola e café. sim, a cafeína resolve. se não quiseres/puderes ficar toda speedada, podes tomar algik (é paracetamol com cafeína). No meu caso foi isso que resolveu - isso e 8 dias sem empinar a cabeça...

De Monica a 05.07.2012 às 07:41

Olá,

Lamento muito o que aconteceu e espero que estejas bem (dentro do possível) e desejo-te tudo de bom.

De certeza que no futuro corre melhor.

Um abraço apertado.

Monica

Comentar post


Pág. 1/4




Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D