Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Então e filmes?

30.08.13

"Reservation Road", Terry George, 2007

 

Duro. Óptimas interpretações do Mark Ruffalo, do Joaquin Phoenix e da Jennifer Connely. Este filme não me saiu da cabeça durante uns dias...

 

"Blood Work", Clint Eastwood, 2002

 

Ora... é Clint Eastwood e vale muito a pena, pronto.

 

"The Dead Girl", Karen Moncrieff, 2006

 

A Toni Collette é uma actriz do caraças e aqui mostra-o bem. O filme é meio noir, muito decadente, mas muito cru também. Está classificado no IMDB como Drama/Thriller e é isso mesmo: por um lado há um crime que vamos percebendo com o desenrolar da história (mas isto não é um policial) e por outro há o drama de várias pessoas envolvidas na teia deste crime. Muito, muito bom.

 

"Love & Other Drugs", Edward Zwick, 2010

 

Coisa levezinha (ou nem por isso...). Filme de sábado-à-tarde, é certo. Mas tem o senhor Gyllenhaal e a sua super-sexyness. E tem a Anne Hathaway que, mesmo a fazer filmes mais básicos, é boa. E a história não é assim tão levezinha, se pensarmos um bocadinho sobre ela...

 


"Black Swan", Darren Aronofsky, 2010

 

Este filme é perturbador. Andava há que tempos para o ver, mas já sabia que tinha que estar no mood certo... e não me enganei. A Portman merecia ganhar mais uns 20 Oscars por este filme! Que papelão! E a Mila Kunis... acho que "sofre" do mesmo mal do Brad Pitt: é demasiado gira para ser levada a sério. Só que depois prova que é uma actriz brilhante e sobe ali uns patamares e passa a ser vista como óptima actriz e não apenas como uma carinha bonita. Ah, e isto ainda tem o Vincent Cassel, que não há maneira de estar mal num filme que faça! Imperdível!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Regressando...

29.08.13

Já me organizei. Já tenho a casa em piloto automático. Mudei umas quantas rotinas (minhas) e a coisa está a andar muito bem. Tenho trabalho a chegar. Só quando recomeçarem as aulas é que vou voltar a 100%, com mais tempo disponível mas, até lá, estou a entrar no ritmo. E estou muito contente. Há encomendas de bolos (e uma página sobre este assunto aí a estalar), há workshops de costura já com data atrobuída, há crónicas e textos e capítulos alinhavados. Estou entusiasmada e com muita vontade de voltar ao meu ritmo habitual. Este ano vai ser mais puxado do que o ano passado. E ainda bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que é que tens lido?

28.08.13

Isto...

 

"Assassino de Sombras", Val McDermid

Descobri esta autora por acaso, na Biblioteca. Este segundo livro que li dela não foi diferente do primeiro ("Compulsão", que adorei). Muito bem escrito, a trama bem orquestrada, as reviravoltas nos sítios certos. Foi uma leitura rápida e compulsiva!

 

"Onze", Mark Watson

Um livro "levezinho", lido a conselho de uma amiga. Gostei muito mesmo. Fez-me lembrar os universos do senhor Chris Cleave (autor de "Pequena Abelha", entre outros), que adoro. É um daqueles livros que nos toca sem que percebamos bem porquê; talvez porque relate vidas que podiam ser nossas, pessoas normais, que todos conhecemos. O livro "implora" para ser transformado em filme e, se for, há-de ser uma coisa leve mas sentida, daquelas que nos fazem sair da sala de cinema com vontade de fazer coisas, de ver coisas, de ir à procura da nossa felicidade.

 

"Despedida de Solteiro", Peter James

Mais do mesmo: um thriller dos bons. [Pequeno interlúdio: eu sei que leio muitos, muitos policiais. É o género que mais tenho lido nos últimos tempos, já falei sobre isso. Acontece que, talvez por ler tanto, sou muito cuidadosa na escolha do que leio. Policiais manhosos são mato. E eu não quero perder tempo a ler coisas manhosas. Tenho tido alguma "sorte" com os autores que vou descobrindo. Esta colecção da Gótica, chamada Nocturnos, tinha (ou tem - não sei se continua a ser editada) livros muito, muito bons. Fim do interlúdio.] Este é daqueles em que achamos que estamos perante uma coisa e afinal não tem mesmo nada que ver. Somos surpreendidos de vez em quando, mas assim em modo chapada na cara, zás, não estava nada à espera disto. Adorei!

 

"Mil Sóis Resplandecentes", Khaled Hosseini

 

Já falei várias vezes sobre isto aqui no blog: se há cultura que me intriga e apaixona é a cultura árabe. Ok, nem todas as culturas árabes são idênticas: a cultura marroquina não tem muito que ver com a cultura afegã, mas são ambas árabes. E eu sou fascinada por ambas. O que me interessa no universo árabe é muito abrangente: a religião, a história, as tradições... tudo, vá.

Quando comprei este livro sabia que, quando o lesse, ia voltar a procurar outros livros e filmes sobre isto. Não me enganei. Nem sequer estava muito virada para um livro duro e complexo (não no sentido da linguagem - que é bastante simples -, mas sim do tema) mas li-o no âmbito de um desafio literário de um grupo de que faço parte, no GoodReads. Demorei mais tempo a ler as 300 páginas desde do que demoro a ler 500 de um policial. Mas isto é para ser lido devagar, a saborear. De vez em quando lá vem um murro no estômago. E aprende-se muito: lá pelo meio está o manifesto (real) escrito pelos talibã aquando da sua tomada de Cabul e isso permite entender as diferenças entre a cultura árabe e o fundamentalismo talibã (que, embora se insira na dita cultura, vai muito além dela... para pior, óbvio).

Apaixonei-me pelas personagens, consegui "ver" os ambientes, as situações... e, lá está, fiquei com muita vontade de ler mais sobre isto e de ver e rever alguns filmes que estão em falta e outros que adorei (em particular, "Caramel" que, não sendo sobre o Afeganistão, é maravilhoso). De caminho, ficou a vontade de ler outras coisas que não policiais... (ando há que tempos para pegar nuns romances históricos que tenho cá em casa - acho que é o que faço, depois de devolver todos os livros que trouxe da biblioteca).

 

"A Pecadora", Tess Gerritsen

 

Pronto, lá está... um policial dos bons. Ainda assim, não está no meu top....

 

"O Leitor de Cadáveres", Antonio Garrido


Conheci este autor há uns anos, quando li o seu romance de estreia "A Escriba". Este segundo livro não está a desiludir nadinha! Já me fez lembrar "A Catedral do Mar" (Ildefonso Falcones): é um épico, passado na China medieval e estou a adorar a forma como o autor nos transporta àqueles locais. Ainda não cheguei sequer a meio, mas estou a gostar mesmo muito. Toda a história anda em torno de Cí Song, o primeiro médico-legista da história. Ora Cí Song existiu, foi realmente o primeiro médico-legista da história - e este livro conta a vida dele - de forma ficcionada, obviamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Programa das Festas

27.08.13

Para os próximos dias temos...

- Aquário Vasco da Gama

- Quinta Pedagógica

- Fábrica da Pólvora

- Parque das Nações

- Jardim da Estrela

- Biblioteca de Oeiras

- Biblioteca de Sintra

- Palácio da Pena

... e uns miúdos contentes pelos passeios (e mais sossegados, espero!)!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adolescências antecipadas

27.08.13

Aparentemente, tenho uma adolescente de cinco anos em casa. Anda impossível. Desde que acabou a escola que tem sido o descalabro. Grita, faz birras, contraria tudo o que lhe dizemos, responde torto, não cumpre ordens... Este ano, pela primeira vez, percebo aqueles pais que anseiam pelo reinício das aulas...

Ontem dei por mim a pensar nisto: como é que se pratica aquela coisa da parentalidade positiva com uma miúda que faz tudo ao contrário do que lhe dizem? Como é que se evitam os gritos e as sacudidelas no rabo? Com base em quê, se ela nem quando negociamos a bem acata o que lhe dizemos? Não posso (nem quero!) entrar numa de a compensar se ela se portar bem. Portar-se bem é a obrigação dela, não dá direito a compensação. Quando se porta mal lá vem a palmada pedagógica (como diz a Ursa) ou o castigo. Mas odeio andar assim. E nem sequer exijo muito dela! Só quero que arrume o que desarruma, que não responda torto e que faça o que lhe digo para fazer.

Ontem foi um dia para esquecer. Devo ter sido ouvida no prédio inteiro. E houve castigos e ouve zangas... e, ao jantar, quando a coisa já estava mais calma, olhei para o mais novo e vi uma "cratera" no cabelo dele... pois que a senhorita sua irmã resolveu, sabe-se lá porquê, dar-lhe uma tesourada no cabelo... Passei-me, claro. E ela sempre de nariz arrebitado, a responder torto... ARGHHHH!!!

 

[A sério que não dá para os congelar agora e descongelar lá para os 20 anos??]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Das férias

26.08.13

Começando pelo fim: para o ano há mais. Quer dizer, em Dezembro há mais, mas não estarão 30 e tal graus, o que torna a coisa um bocadinho diferente. Bom, recuando...

 

Primeiro poiso das férias: a aldeia da minha mãe. Fomos para a casa que era da minha avó (e que agora é de uma das minhas tias) e ficámos de domingo a quinta. A fazer o quê? A ir às piscinas (a local e a do Crato - que é excelente), a comer bem, a ir ao parque infantil, a dar pequenos passeios por ali, a ver os miúdos brincar quintal acima, quintal abaixo...

 

Segundo poiso das férias: a casa da sogra, na terra. Li muito, vi filmes, estive duas vezes com a miúda na piscina (insuflável, estacionada no terraço), fomos a Fátima... e basicamente foi isto. Não há muito que fazer e eu já aprendi a aproveitar isso a meu favor: em havendo livros estou safa. Este ano levei 7 livros para as férias. Trouxe 9.  Li 5 e comecei mais um. Saldo claramente positivo.

 

Dormi muito, dormi sossegada, não me levantei 700 vezes por noite, consegui descansar. E alinhavei ideias para o início do ano que está quase a chegar (o ano, para mim, começa em Setembro). Muitas ideias, muitos projectos, muitos planos, algumas decisões e uma cabeça sossegada e cheia de vontade de recomeçar. Está quase...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das leituras

16.08.13

Acabei "O Assassino de Sombras", de Val McDermid. Acabei "Onze", de Mark Watson. Não faço ideia do que ler a seguir. Mas sei que ainda tenho uma semana e tal de muito, muito tempo para ler. E vim carregada com livros (trouxe oito, acho). Muito com que me entreter, portanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ribatejando

15.08.13

Mudámos de ares. Mais fresco, igualmente bom. Vai começar a minha época de dois filmes por dia, de muitas páginas lidas, de molhar os pés na piscina dos putos. Eles vão andar à solta dentro de portas e vão adorar. O meu marido vai sentir o cansaço do ano inteiro a sair-lhe dos ombros agora. Tão bom!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu Alentejo

14.08.13

O meu Alentejo continua a ter temperaturas muito superiores ao comummente suportável. Continua a ter noites longas. Continua a ter uma piscina bem porreirinha. Continua a ter os três cafés que frequento e mais um ou dois onde nunca vou. Continua a ter algumas das minhas amigas de infância. Tem menos farra. Tem menos noitadas. E eu tenho mais filhos. Eles adoram isto. Adoram a casa da tia, a piscina da Aldeia e a do Crato, adoram o parque e os gelados à tarde ou ao serão. Adoram as férias e sentir-se livres. Adoram isto tanto quanto eu adorava quando tinha a idade deles - embora houvesse muito menos com que me entreter. Passei 50 semanas à espera destes dias. Está a ser maravilhoso. E amanhã já mudamos de poiso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O bolo do Afonso

08.08.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Say yes...

08.08.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Smart_crashed_phone

07.08.13

Há quase duas semanas deixei cair o meu telemóvel (já de meia idade, mas a funcionar perfeitamente, e que eu adoro) de focinho no chão. Já tinha caído mil vezes, em pisos mais ou menos meiguinhos. Não gostou de ter sido largado em cima de alcatrão e vingou-se: vidro estilhaçado. Andei a caminho da TMN, para saber orçamento para a reparação. Cento e trinta e tal euros mais IVA. Mais caro do que ele custou. Não, obrigada. Segunda opção: uma daquelas lojas de indianos que de repente desataram a brotar que nem cogumelos (os indianos-dos-telemóveis são os novos chineses-da-quinquilharia, não são?). Corremos (eu e o meu pai) uma data delas. Adjudicámos à que fazia o preço mais baixo. Ontem fui lá buscar o bicho... afinal o ecrã-de-dentro também está partido. Mandei trocar. Agora é esperar...

 

Não me tem custado estar sem telemóvel. Tem-me custado não ter acesso a uma data de coisas que já me habituei a ter à mão: o mail, o Whatsapp e o Instagram, principalmente. Sim, o Facebook também. De resto, tem servido de desintoxicação...

 

[Acreditam que numa das lojas me pediram 60 euros para reparar o vidro... e depois, quando o meu pai lá foi, no mesmo dia, lhe pediram 45 a ele??]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Good things come...

07.08.13

... eventually!

 

Bom, anteontem foi o aniversário do A. da Catarina. Levei a miúda e fomos. Gostámos tanto, tanto...! Adoramos o Jardim da Estrela, onde temos pena de não ir mais vezes. Adoramos tardes de sol e de calor q.b.. Adoramos andar à solta, sem preocupações de horários e coisas por fazer. Ontem permitimo-nos isto tudo. Foi tão bom! Ela brincou e brincou e brincou... Eu conversei, conheci gente nova, revi gente "antiga"... Tão bom, já disse?

 

[A Catarina pediu-me que fizesse o bolo de aniversário. Eu, confesso, tremi de medo. Uma coisa é fazer bolos-para-casa... outra é fazer bolos para uma festa destas! Bom, aparentemente não! Correu bem, adorei o trabalho e acho que ela gostou do resultado. E espero que os convidados também!]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já se avistam...

05.08.13

... as férias! Já as vejo a aproximarem-se a alta velocidade... Tão bom! Só que... carradas de roupa para passar, uma casa para limpar, costuras para fazer, textos para escrever, tudo, tudo, tudo... em cinco dias. Tão bom!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Exotismo

02.08.13

Adoro aquelas pessoas que chegam ali a Marrocos e que, assim que apanham um espécime vestido com uma djellaba, toca a pedir para tirar a foto da praxe. E fazem aquela figurinha triste do sorriso heróico, braço por cima da pessoa, dedos da mão que sobra em "v", iupi, já tenho uma foto com um marroquino. E o marroquino ali com um ar de frete, como se nada daquilo fizesse sentido (na verdade, não faz). Sempre que vejo estas fotos lembro-me do zoo: parece-me sempre que os turistas que pedem para tirar estas fotografias consideram os habitantes locais uma espécie de bichinho exótico.

 

[E quem diz marroquino, diz chinês, tailandês, cossaco, nepalês, o que for. Não gosto. Acho que as pessoas - as que habitam os paraísos exóticos - merecem um bocadinho mais de respeito e de consideração. E merecem ser tratados como pessoas e não como atracções turísticas.]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D