Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Analogicamente

23.03.10
Quando o digital se torna analógico é que é bom! A até hoje digital Analog Girl saiu do éter e tornou-se analógica num belíssimo almoço numa esplanada com cheiro a maresia. Gostei muito. A repetir!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

E porque eu, apesar de bruta como as casas, também sei ser fofinha...

23.03.10
... alguém que alguma coisa de Londres?

[Coisas pequeninas e levezinhas, que vou viajar só com bagagem de mão.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

E porque nem só de desgraças se fala por aqui...

23.03.10
... era só para informar que, estando um lindo dia de sol, aqui na cidade à beira-mar plantada onde passo metade das horas do meu dia, eu estou pra lá de bem-disposta. Irrelevante, eu sei. So is everything else around here...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Estatisticando

23.03.10
No Blogómetro, aqui o tasco encontra-se em 159º. Logo acima de um site qualquer de... vídeos eróticos. Que me desculpem as pessoas sérias, mas é um nível do caraças ter mais visitas que um site de vídeos eróticos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Tchiiiii....

22.03.10
Isto é que é freguesia, ó Me!

43 pessoas ao mesmo tempo aqui no tasco! Caraças...!!

[Obrigada pela visita. E peço desde já desculpas a quem se sinta defraudado. Mas eu também nunca disse que escrevia para agradar!]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ao ouvido

22.03.10
Estou aqui deleitada (bela palavra) a ouvir A Fine Frenzy. Brilhante. Youtubem, vá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do que gosto mesmo

22.03.10
Do que eu gosto mesmo é de pessoas que se acham mais espertas do que as outras, tão espertas que conseguem escrever com sarcasmo, certas de que, quem ler, vai ler as linhas e não as entrelinhas. A sério. Gosto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Godess - II

22.03.10


Alison Sudol (vocalista dos A Fine Frenzy)

Adoro este ruivo-laranja, já tinha dito?

Autoria e outros dados (tags, etc)

De vez em quando...

22.03.10
... é preciso levar uns socos no estômago, uns abanões, umas wake-up-calls. E isto pode vir de muitos lados. De um livro que se lê (é o caso, agora que ando a ler sobre Teerão que, para quem não sabe, é a capital do Irão, antiga Pérsia, e fica ali coladinho ao Iraque e é o estado mais islâmico-fundamentalista que há). De um filme que se vê (aconteceu-me há uns anos, por exemplo, com o "Lantana" de que já aqui falei há tempos). De uma história que se ouve (já me aconteceu várias vezes, mas adiante).

Eu ando a levar socos no estômago diariamente, há uns 3 ou 4 meses. Quando descobri a V. e quando descobri a história recente dela e da Nídia. E levo socos no estômago por dois lados. Primeiro pela doença em si. E depois pelas lições que a V. me dá diariamente, sem querer. Porque é preciso ser-se uma grande mulher para não ceder perante as dificuldades. É preciso ser-se uma grande mulher para agarrar os bois pelos cornos (e que boi!). É preciso ser-se uma grande mulher para não se entrar na espiral do "coitadismo" e ir por ali abaixo. Eu já estive com a V. uma série de vezes e nunca lhe vi nada a não ser alegria de viver. Mesmo que viva lado a lado com a morte (essa p***) que anda ali a espreitar. Mesmo que lhe custe horrores tudo o que tem que ver e ouvir diariamente. A V. mostra-me sempre que só se vive uma vez e que se deve viver de queixo para cima. Sem pena de nada nem de ninguém, muito mesmo de nós mesmos. E eu gosto dela porque ela não é de salamaleques - foi das poucas pessoas que, por alturas do meu aborto, lidou com a coisa como deve ser: sem paninhos quentes, sem pena, sem contemplações. Como deve ser.

E é isto: a V. é uma mulher do caraças. E devia haver muito mais mulheres assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu não queria mas pronto...

22.03.10
... vai ter que ser...

BENFIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

[Grande jogo. Grande Rúben Amorim - só é pena o nome que tem, pronto. Grande Carlos Martins - que, tenho para mim, se não fosse jogador de futebol era membro de um gang. Ah, e o Bruno Alves é mesmo o Joe Índio, mau feitio do caraças, bestinha que só ele, merecia levar tau-tau - uma carga de pancada, na verdade. E o Cardozo é um senhor - parece aqueles miúdos que, mesmo quando os tratam mal, sorriem e pedem desculpa, de tão bem educadinho que é a jogar.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Informação de elevado interesse

22.03.10
Eu já desconfiava. Este fim-de-semana tive a prova.

Como Cupido, sou uma nódoa. Portanto fujam de mim caso alguma vez eu pense em fazer este papel novamente. A sério, isto não é para mim. Mesmo.

[Eu já devia era ter juízo. Com o resultado que deu a primeira vez que me armei em Cupido - um casamento, um divórcio e uma mágoa para sempre no coração do meu melhor amigo - eu já devia saber que isto é terreno pantanoso para mim. Mas não. Olho para as pessoas e vejo as possibilidades. E não custa tentar. E dá merda. Oh well... não foi por mal, pronto...]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Às vezes

22.03.10
Apetece-me mandar tudo (o mundo em geral, com algumas raras excepções) à merda. Sem razão aparente, apetece-me, apenas. Às vezes sinto-me prisioneira da minha vida. Sinto que não era assim que queria viver, por esta altura da minha vida. Isto acontece porque, embora não pareça, eu sonhei coisas para mim. Não sou ambiciosa (no sentido em que não atropelo ninguém para chegar a lado nenhum) e prefiro viver calmamente, com a certeza de que um dia as coisas hão-de acontecer. Não estou à espera que me caiam do céu nem é disso que se trata. Prefiro, simplesmente, não forçar a coisa. E depois, aos 24 anos, tomei uma decisão que impossibilitou outras decisões: comprei uma casa. Não aluguei, foi mesmo à bruta: escritura assinada e tal e tal. E isso, parecendo que não, prendeu-me aqui. Não fora a casa e teria arriscado Londres. Não fora a casa e teria arriscado a escrita. Mas houve sempre o peso da casa e da renda para pagar e das responsabilidades. E hoje olho para trás e não me arrependo. Mas olho para trás e vejo que 24 anos é muito cedo para este tipo de compromisso. Ainda assim, foi o meu compromisso, assumido de forma consciente. Adiante.

Às vezes acho que gostava mesmo era de ter um negócio meu. Que gostava de escrever, ser freelancer e poder escrever onde bem me apetecesse. Era exactamente isto: escrever, apenas. Sou má a organizar-me, sou má em matemática, sou má em muita coisa. Mas sei que o meu talento é este, o de pôr por escrito coisas que se sentem. E sei que me devo a obrigação de tentar. Mas não sei por onde começar. Ainda há pouco tempo falava com o meu patrão-amigo sobre uma coisa que comecei a escrever quase há um ano e que, por falta de tempo, se engavetou. E dizia ele que entendia que eu não escrevesse, porque para escrever é preciso tempo e eu, infelizmente, não tenho a disciplina do José Rodrigues dos Santos, que se levanta às 4h para escrever, para às 8h estar pronto a começar o dia "oficial". Por acaso, nos últimos tempos, e graças a uns degraus subidos em direcção à organização como deve ser, até podia usar duas ou três horas ao serão para escrever. Porque, por norma, às 22h estou prontinha para ir para a cama. E vou. Ler. Ou seja, dar tempo de antena à concorrência. Na verdade, ler é a melhor forma de melhorar a escrita.

E, na verdade, não estou assim tão atrasada. O Saramago escreveu o primeiro livros aos 49 anos. E a Rosa Lobato Faria aos 63. Mas eu não queria esperar tanto para me sentir realizada, pronto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da real noção das coisas

21.03.10
Há coisa de meia hora o meu marido veio ter comigo à cozinha (onde passei o dia, já disse? E que é a minha divisão da casa preferida, ainda não disse, pois não? Mas é. Recentemente até me deu para a decorar, imagine-se. E agora sim, sinto-me em casa nesta cozinha. E estou cá por gosto e não por obrigação - e sim, estou a escrever... na cozinha). Bom, dizia eu, ele veio ter comigo à cozinha e perguntou-me Tu gostas de cozinhar? E eu fiquei, confesso, estupefacta. O que é que achas? Acho que sim, mas a Bimby veio aguçar-te isso ainda mais, não foi? Não, a Bimby veio poupar-me tempo. É que eu sou alentejana há mais tempo do que gosto de cozinhar, sabes?

E foi isto, 11 anos e meio depois, ele pergunta-me se eu gosto de cozinhar...

(Cheesecake de Limão e Queijadas de Sintra, para um almoço que vamos ter amanhã).

Autoria e outros dados (tags, etc)

De como gastar um sábado a fazer absolutamente nada

20.03.10
Se me escusar a dizer-vos que já fiz pão, bolos de frutos do bosque e ricotta, arroz doce e sopa de feijão com couve lombarda, o meu sábado pode resumir-se a isto: brincar com a minha filha. O pai foi ver carros clássicos à outra ponta do distrito. Nós ficámos. Eu estou a ressacar cinema, séries, livros e afins. Coisas que farei com o cair da noite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O melhor pai do mundo

19.03.10
Não é o meu. Esse foi destronado no dia em que o pai lá de casa se tornou pai. E caiu-lhe o título (com direito a faixa, coroa e ceptro) nas mãos. É ele. O melhor pai do mundo. E quem conhece a nossa história sabe.

O meu pai é o segundo melhor pai do mundo.

[E, no meio disto tudo, ainda tenho o (des)prazer de conhecer o pior pai do mundo. Adiante.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Help!

19.03.10
Ó gente culta e viajada que me lê (que eu sei: vocês são a nata, caraças!): vou para Londres para a semana e preciso assim das hottest tips em termos de restaurantes, bares e afins. Enfim, sítios onde ir à noite.

Agradecida.

[Eu bem sabia que vocês eram os mÁiores!!!! Tanta dica!! O Wagamama já está seleccionado (já estava). Dos outros, alguma coisa há-de ser... but keep going... carry on!]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Happy days, oh happy days...

19.03.10

T-shirt Stradivarius
Casaco Zara
Cinto Stradivarius
Jeans Blanco
Botas Stradivarius
Pulseiras Stradivarius

Já disse que estou bem-disposta?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

E a minha boa disposição...

19.03.10
... induz-se da música que oiço. Agora, por exemplo: Florence and The Machine. Gosto. E gosto daquele tom de ruivo. E odeio aquele ruivo-vermelho-tinta-de-supermercado. Coisa tão Bobadela, credo (digo eu, que moro na Linha de Sintra. Coisa muito chique, também).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Madrugada, olé!

19.03.10
Acordei às 5h49 porque o pai lá de casa resolveu que em Dia do Pai levava a piolha para perto dele. Levantei-me, tratei dela (e o raio da miúda acorda sempre, sempre bem-disposta... não sai nada à mãe dela!), eles saíram e eu voltei para a cama às 6h11. No cenário ideal eu teria adormecido 5 minutos depois. Mas adormeci às 7h30. Para acordar às 8h. Levantei-me às 8h30. E, coisa rara, às 9h40 já eu estava no escritório, a tomar o pequeno-almoço. Isto acontece umas duas a três vezes por ano, vá (e estou a ser generosa...).

Acontece que ontem deitei-me às 22h, li até Às 22h45 e apaguei. Donde, é óbvio que não tinha mais sono às 6h. E donde é óbvio que agora estou aqui toda bem dispostinha. Maravilha!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Marianne, a lesma

18.03.10
Catorze dias depois, fui tirar os pontos. A senhora dona enfermeira fartou-se de chamar pela Luísa e eu nada, que não me chamo Luísa. Às tantas lá perguntei se aquilo não seria XPTO, o meu nome dito como deve ser. Adivinhem... era. Lá entrei. Primeiro ponto e eu já a transpirar por todo o lado. Deixa-se este para o fim. Entrou, vai ter que sair. Segundo ponto, dor. Terceiro ponto, sai sem ser preciso puxar, quarto ponto, dor. Primeiro ponto novamente, muita dor. Deu luta mas perdeu. E no fim o meu primeiro pensamento foi "vou vomitar". E procurei um caixote do lixo para isso mas... o meu rico Dojo-Kun mais uma vez safou-me (há quem conte ao contrário de vinte até zero, para se acalmar; eu digo umas coisas em japonês. Há malucos para tudo). Fim. E andar? Uma merda. Coxa, a tentar não dobrar o joelho. Uma lesma, portanto. Porque o primeiro-que-afinal-foi-o-último ponto abriu. Bonito serviço. Fiquei com uma marca gigante, não do corte, mas dos pontos. Que sa f***. Faz parte. E eu gosto das minhas imperfeições (quase) todas (sim, que a celulite bem que podia ir com o caraças... cof cof cof... ná, esta que vos escreve é total e absolutamente desprovida de tal massa - de celulite, I mean).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ah e este tempo...

17.03.10
Também me dá vontade de aprender a dançar o tango...



Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Do tempo

17.03.10
Este tempo é potente. Põe-me bem disposta. Põe-me com vontade de sair de casa, de apanhar ar, de dançar na rua, de desatar a fotografar, de abrir o vidro do carro, a conduzir pela marginal, e de cantar alto, feita alucinada. Dá-me vontade de sair à noite, de jantar com as best, de beber morangoskas, de dançar, dançar, dançar (já disse). Não tarda é verão. E eu sou muito mais feliz no verão!

Ah, e apetece-me ir beber imperiais para o Chapitô. Podia dar-me para pior, mas aquela vista é qualquer coisa...!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Hoje

17.03.10

Blusão Bershka
Camisa Bershka
Lenço Stradivarius
Jeans Rulys
Sapatos Stradivarius
Acessórios Parfois e Stradivarius

Mais primaveril a cada dia que passa!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Homens que me lêem

16.03.10
Acusem-se por favor (isto tem um propósito, que eu adiante explicarei).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando Marte alinha com Júpiter...

16.03.10
... acontecem improbabilidades. Uma conversa com uma pessoa improvável resvala para um assunto improvável. E lá ao fundo, na nossa mente, começa a formar-se uma imagem... que fica cada vez mais nítida. E pensa-se... mas que raio... porque é que esta conversa está a acontecer? Qual é a probabilidade? Qual é o propósito?

Acusam-me, a mim e aos da minha "espécie", de ser visionária, de antecipar tudo com alguma antecedência. E eu espero sinceramente que seja mais uma vez o caso. Que eu tenha sido a primeira a ver o que mais tarde toda a gente vai ver.

Não é fácil (mas é giro). Playing the Cupid, I mean...

E agora que já mexi os cordelinhos que tinha que mexer, vou escolher o meu lugar ali, algures na primeira fila, e ficar a assistir. E se Marte se tiver alinhado com Júpiter... há-de acontecer magia...!

[E mais uma vez se prova: eu quero tanto que tu sejas feliz, tanto...]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Happy, springtime happiness!

16.03.10
Longsleeve Stradivarius
Blaser Zara
Saia C&A
Collants Calzedonia
Sandálias Primark
Acessórios Parfois e Stradivarius

Porque este sol e este calorzinho de princípio de Primavera são o que basta para eu andar feliz...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

No meu bairro...

15.03.10

Não vou sequer comentar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Resumo alargado do fim-de-semana

15.03.10
Passei o fim-de-semana a cozinhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hair up!

15.03.10

Eu não saio da minha comfort zone em termos de cabelo: é comprido, liso, esticado, solto, ponto final. De vez em quando, se não está um frio de rachar, lá o apanho num rabo-de-cavalo, mas é raro. Mais de vez em quando ainda, se tenho tempo e paciência e o fim justifica o meio, faço umas ondas à Hollywood na frente (que fazem a gentileza de aguentar, vá, meia hora, portanto não vale o esforço). Ontem apeteceu-me sair da bolha e fazer um apanhado às três pancadas - o ar descuidado não é falta de jeito, foi mesmo porque me apeteceu, sim? Pronto, era isto. Ide lá à vossa vida, vá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Dia perfeito

13.03.10
Acordar cedíssimo - a bela resolveu que oito da manhã era uma hora porreira para começar o andamento. Acontece que não me apetecia, portanto fui dormir a horinha que me faltava para a cama dela (caibo mesmo à rasquinha).
Depois fomos ver se conseguíamos cortar o cabelo à miúda que, tirando uma vez que achei por bem aparar-lhe umas pontinhas, nunca cortou o cabelo (franja não é cabelo, é franja, e isso eu corto de vez em quando). Não conseguimos, que o nosso cabeleireiro é top e tinha que ir para a ModaLisboa - e para a semana vai para o Portugal Fashion e portanto também não vai poder tratar da mini.
Parque dos Poetas, nós e mais 50 casais com uns 80 miúdos (estou a exagerar, mas só um bocadinho). Escorregas, baloiços e afins... e o meu momento alto foi quando resolvi ir matar saudades de andar de baloiço: alto, bem alto, cabelos a voar. Depois eu e ele resolvemos andar numa daquelas coisas que ora pende para um lado ora para o outro, ele a insistir que eu sou mais pesada do que ele - mentira, que sem fazermos força era sempre ele que ia com o rabo abaixo!
Depois almoço nos meus pais. Sesta. Cozinha - ide ver. O jantar vai ser fettucine com molho de cogumelos - mais logo mostro. Depois sessão de home cinema. Perfeito!

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D