Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Oh que chatice...

22.10.09
9 de Novembro: Casablanca.

O lado mau: vou ter que sair de Lisboa aí pelas 4h de dia 9 (de domingo para 2ª).
O lado bom: vou a Casablanca. E espero ter tempo para ir a uma das duas mesquitas marroquinas que são abertas a "infiéis".

É isto: eu sou católica, fascinada pelo islamismo e pelo judaísmo enquanto culturas, histórias, modos de vida. Dispenso os fundamentalismos, claro está. De resto, em Roma sê romano...

Autoria e outros dados (tags, etc)

De Caim, de Saramago e das polémicas

22.10.09
Ontem, espicaçada por uma série de debates/entrevistas sobre o novo livro do Saramago e toda a polémica que se levantou à volta dele, decidi que ia começar a ler o "Caim". E li. Um capítulo e meio. E o que tenho a dizer, até agora, é isto: brilhante. O homem tem 80 e tal anos e tem um sentido de humor cada vez mais apurado. É óbvio que o que ele escreve é um romance, não é um ensaio, não é uma tese. É um romance, logo, ficção. É uma ficção que nasce, com certeza, da ideologia do autor (nem poderia ser de outra forma, acho). Mas não é uma verdade universal.

Há 18 anos, quando Saramago escreveu o "Evangelho Segundo Jesus Cristo", mais não fez do que reinterpretar a história, dando-lhe nuances, quanto a ele, mais verosímis. Ou alguém acredita mesmo que tenha havido uma senhora, de seu nome Maria, que engravidou do ar (ou de Deus, sendo que não se sabe exactamente o que é Deus), que teve que ser um anjo a anunciar-lhe a gravidez e tal? Não me parece. Esta, como muitas outras partes da Bíblia, é uma parábola. O Messias tinha que vir de algum lado imaculado, não podia ser parido de parto natural, algures no meio do nada, certo? O que Saramago fez mais não foi do que colocar à história os pés na terra. Ficcionando.

Agora faz exactamente o mesmo: torna mais terrena a história de Caim. Não é para levar à letra. Como não é para levar à letra a Bíblia.

Agora, o que aconteceu foi que Saramago, talvez pela idade que tem, se deu ao luxo de emitir sem pejo as suas opiniões sobre a religião e a igreja católicas. Está no seu direito? Parece-me que sim. Ele mais não faz do que dar a sua perspectiva da coisa. Afirma que Deus é má pessoa, rancoroso, vingativo e que não é de fiar. Se ele mesmo diz que Deus não existe, esta é a impressão dele de uma entidade em que não acredita. Eu não acredito em duendes e acho-os, enquanto figura mítica, do mais ridículo que há. Mas não acredito neles. Portanto se eu disser que os duendes são parvos, não estou a falar de nada além da figura que se estabeleceu para os duendes. Parece-me que é o que Saramago faz ao opinar sobre Deus.

Se virmos bem, foi em nome deste Deus que morreram milhões de pessoas nas Cruzadas. Se, como a igreja diz, tudo o que fazemos é comandado por Deus e eles, os Cruzados, mais não fizeram do que trabalhar para Ele, então sim, Deus foi mau. Porque mandou fazer uma guerra para que a sua fé se expandisse. Não vejo onde é que isto difere dos fundamentalistas islâmicos, por exemplo. Ah, pois, mas esses metem bombas em qualquer lado e matam gente. E os Cruzados atacavam aldeias inteiras e matavam ao desbarato, sem olhar a quem. Há que ter critério, parece-me.

Sim, sou católica. Sim acredito em parte do que a igreja católica professa: nos valores, essencialmente. Não acredito nas fábulas, porque não é para acreditar. Também não acredito nas fábulas do Lafontaine porque, lá está, não é para acreditar; é para compreender e andar para a frente.

Não percebo a celeuma que se criou porque o Saramago disse que o Deus da Bíblia é mau. Mas, no fundo, o que ele conseguiu com a dita celeuma foi exactamente o que quis que acontecesse ao dizer tal coisa: publicidade. E quem não perceber que aquilo foi manobra de marketing...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que me acontecem (episódio já-nem-sei-quantos!)

21.10.09
Há bocado, quando entrei no carro (do meu pai, que o meu está morto da bateria), abri o vidro do pendura para pôr o espelho para fora. No exacto momento em que eu abro o vidro passa um carro em aceleração. Resultado: para aí cinco litros de água a entrarem-me para o carro, directamente vindos da rua!

Eu sou uma menina de sorte, é o que é!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Haircut

21.10.09

Como não tirei foto fica aqui a ideia aproximada de como ficou o meu cabelo. Como o da loira do meio, mas em castanho (não pintei). Comprido, estuturado, com uma franja como deve ser. A-D-O-R-O!

O Renato é profissional da coisa. E pensar que o conheci há quase 20 anos... (credo!!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hair day

21.10.09
Andei a deixar crescer o cabelo para o casamento (sonho de miúda: casar de cabelão comprido). Agora ando doidinha para me ver livre de um bocado de cabelo (pesadão, sem forma...).

Aqui há tempos descobri que um amigo meu de infância se tornou num cabeleireiro do caraças. Abriu um sítio muito giro ali para os lados de Oeiras e tal. É hoje. Vou meter o cabelo nas mãos do Renato e ver o que isto dá...

(Chill Factory, Oeiras city.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coincidências

20.10.09
Tenho um cliente-amigo que casou um mês antes de mim. Mostrou-me hoje as fotos. Estava eu a ver o vestido da noiva e...

Ah... é super parecido com o meu!

Depois reparei no penteado...

Ah... é super parecido com o meu!

Só a noiva é que não é nada parecida comigo: linda, linda, linda de morrer!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Preto

20.10.09
Hoje trago vestida uma camisa preta*. Linda, ombros estruturados e tal.

Que é de tal maneira preta que já me debotou o cinto, a mala e... as unhas. Isso mesmo: tenho as unhas debotadas de preto só por puxar de vez em quando a camisa para baixo. A camisa é, portanto, linda e de óptima qualidade, como se pode ver.

Dasse...

*É da Stradivarius, da nova colecção. E não vi lá aviso nenhum a dizer que aquilo deitava tinta antes de lavar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Banda Sonora

20.10.09
Entrar na igreja ao som de Gorecki, dos Lamb. De repente a música troca e passa a ser a música da cena final do Jamie e da Aurélia, no Love Actually. Sair da igreja ao som de All You Need Is Love, dos Beatles. Entrar no salão do almoço ao som de My First, My Last, My Everything, do Barry White. Almoçar a ouvir chill out e bossa nova. Partir o bolo com o A Cry 4 Love, do David Fonseca. Partir o bolo do baptizado com a música dos Peixinhos, do Panda. Entregar o ramo a ouvir o It's Raining Man, da Gerry Halliwell. Abrir o baile com Can't Take My Eyes Off Of You, dos Muse. E dançar muito com disco sound, com pimbalhada (mas salvei-me do tradicional comboio de gente a circular por entre as mesas), música dos anos 80 (que eu tinha pedido especificamente para NÃO ser passada), músicas infantis e músicas de dança actuais. Diversão: nota 20!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A girl's gotta do...

20.10.09
... What a girl's gotta do... e eu prometi a mim mesma que não ia voltar a deixar papéis por arrumar em cima da secretária, de um dia para o outro. Portanto neste momento tenho a secretária num pé de vento porque estou a arrumar papéis que ficaram de um mês para o outro... e para o outro... e para o outro.

Aprendam: ser-se preguiçoso e desarrumado é mau. Muito mau. Mas aos 30 é mais do que altura de inverter a tendência e passar a ser organizadinha. É o que eu estou a (tentar) fazer.

Ah! E dói-me a cabeça, pronto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ora porra!

19.10.09
Que foi o ca**** que me encomendou uma otite? Eu não fui. Estou com uma dor no ouvido direito que não me aguento. Não era preciso, a sério...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caim

19.10.09

Este já é meu! Para ler logo que acabe o 2º volume da trilogia Millennium, do Stieg Larsson (que, pelo avanço, deve durar até ao fim desta semana).

E, olhando para a capa do livro, surgiu-me o comentário: um autor é tanto mais conhecido e conceituado quanto maior for o seu nome na capa dos seus livros. Basta olhar para lá... o título do livro mal se vê...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Indo

19.10.09
Aos correios... e comprar o "Caim". Nem podia ser de outra maneira!

Tantos livros bons para ler agora, caracinhas... E tempo? Ah, já sei: uso o tempo que a Bimby me poupa...

(Blog muito variado este: livros e Bimby... oh alegria!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

DEZ???

19.10.09
Como raio é que estão 10 pessoas a ler os meus disparates ao mesmo tempo?? DEZ?? Tantos??

Be very welcome, todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Entretanto, no mundo real...

19.10.09
O meu padrinho de casamento foi hoje para o Afeganistão. Sítio mai lindo (e turístico!) para se estar.
Ontem jantou connosco e foi só rir. As histórias dele e do sítio onde ele trabalha são hilariantes...

E a tapa de delícias do mar, a tarte de limão merengada e o arroz de polvo ficaram deliciosos. E sem a Bimby never in my life eu me punha a fazer aquilo tudo em tão pouco tempo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acabou-se a boa vida!

19.10.09
E cá estou eu, de regresso ao meu trabalho. O dia começou bem: o meu carro não pegou! Tem a bateria nas lonas e fez greve. Apanhei boleia do marido, fui buscar o carro do pai e só cheguei 45 minutos atrasada... Nada mau! Espero que isto não seja um mau augúrio...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caipibimbys

16.10.09
Uma pessoa trabalha uns tempos em bares, aprende umas coisas, aperfeiçoa técnicas e pronto: nunca mais se livra delas. Isto para dizer que as caipiroskas da bimby são uma valente merda. Para começar, eu gosto de caipiroskas à maneira brasileira: com gelo inteiro (sabiam que as caipirinhas originais não têm nada aquelas mariquices do gelo picado? E sabiam que a tal mariquice do gelo picado serve apenas e só para que se use menos cachaça - porque, como o gelo está picado, assim que a cachaça entra em contacto com o gelo o dito derrete, logo... menos cachaça). Depois devo ter tido azar com as limas, que eram amargas comó caraças. Depois o açúcar amarelo acabou-se e tive que usar um bocado de açúcar branco. Resultado: uma coisa vagamente parecida com caipiroska, que me deixou com uma dor de cabeça que durou até hoje de manhã.

Ah, e sim, aquilo é caro. Mas poupa-se imenso dinheiro a cozinhar porque se aproveitam muito bem os alimentos. E só o tempo que se poupa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que aconteceram while we were out

15.10.09
Nobel da Paz: já se sabe que eu sou uma Obama-fã. Assumida. Daquelas que acredita piamente que ele é o messias que vai mudar o mundo. E bato palminhas ao Nobel. E bato-lhe palminhas a ele, que mostrou uma vez mais, no seu discurso, porque é que ele é um gajo de quem se pode gostar. Ganha o Nobel, não deixa que o dito lhe suba à cabeça e continua o que anda a fazer.

Eleições autárquicas: soube ontem, pelo taxista que nos levou do aeroporto aos Olivais, que o Isaltino ganhou, que o António Costa ganhou, que o Rui Rio ganhou, que o Seara ganhou, que a Felgueiras perdeu, que o Ferreira Torres perdeu e que ele, o taxista, votou em Odivelas no CDS. Acerca dos vencedores: pese embora o facto de o tipo ser criminoso, Oeiras deve muito ao Isaltino. Por princípio sou contra a dicotomia criminoso-político. Mas se vivesse em Oeiras, não sei não... Ah, afinal sei: votava no Marcos Perestrello... António Costa parece-me lindamente. Muito melhor que a alternativa palhaça que era o Santana Lopes. Sobre o Porto não me pronuncio... O Seara ganhou: óptimo. É o meu presidente de Câmara (porque vivo no município dele) e o que é facto é que, desde que ele substituiu a Edite Estrela, a coisa melhorou.

Caim, José Saramago: eu que já tinha que ir a correr comprar o segundo livro do Stieg Larsson, agora tenho que aproveitar a corrida para comprar o Caim, do José Saramago. Eu não perco nada que tenha sido escrito por este homem. Sou facciosa, não quero saber de contra-argumentos e para mim ele é o melhor escritor do mundo. E sim, gosto da acidez dele e da escrita intrincada que nem toda a gente consegue ler. Não é para quem quer, já se vê.

Bloglines: 923 posts para ler. Menos mal, pensei que fosse pior...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bimby

15.10.09
Já estreei a minha bicharoca. Muito bonitinha, apita por todos os lados e tudo. A minha filha só me dizia que "nã qué mais, mã, tia isso!". Como a compreendo... mas o geladinho de manga quer-me cá parecer que ficou assim a modos que espectacular!! E logo à noite faço umas caipiroskas para nós!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fotos da lua-de-mel

15.10.09

Eu podia pôr-me aqui a mostrar cada canto e recanto de Roma, Florença e Veneza. Podia. Mas para isso teria que escolher algumas de entre mil e tal fotografias. E se há coisa de que estou um bocado cansada por estes dias é de ver fotografias em lotes de mil e tal. Do casamento são 1700 e tal...

Bom, cá vai...


Roma:
 
Uma viela, de entre muitas por onde andámos. Ficámos alojados no Bairro Alto lá do sítio (aka, Trastevere). Muita vida nocturna, muito bar, muito restaurante, muita animação e, ao contrário do que seria de esperar, muito sossego.


Aqui foi onde eu morri. Para começar, a coisa de que mais gostámos em Roma foi precisamente da Basílica de S. Pedro e restante cidade do Vaticano. E não, não é por fanatismo religioso. É porque aquilo é mesmo grandioso e bonito. Decidimos subir ao cimo da cúpula da Basílica. Eu, que até já tinha andado metida em aventuras parecidas, há 5 anos, em Florença, fingi que não me lembrei do que acontece quando se sobe a pé, em esforço, alarvidades de centenas de degraus. Claro que tive um fanico. Claro que saí de lá a dizer cobras e lagartos do arquitecto daquilo. Claro que me custou. Mas valeu bem a pena!



Eu sou miúda que gosta destas coisas da arte. Renascimento então bate qualquer outra coisa. E esta estátua, que é "só" a "Pietá", do Michelangelo, é qualquer coisa de avassalador.


Desilusão oficial da viagem: o Coliseu. Porquê? Porque aquilo é uma desorganização pegada. Têm serviço e audioguide, mas depois não têm os pontos falados assinalados nos locais. Ou seja, as pessoas andam ali feitas tontinhas, a ouvir falar sobre uma coisa e a ver outra. Mas pronto, é grande, está de pé há uma porrada de anos e... nesse dia à noite deu o Gladiador na televisão e deu para ver a coisa de outro prisma (ah, e o Gladiador foi filmado, não em Roma, mas em Ait Benhaddou, Marrocos, onde tive o prazer de estar em Abril).


Tinha que ser, não é? A fabuslosa Fontana di Trevi, sempre atafulhada de turistas. E sim, atirei 5 cêntimos lá para dentro...

Florença:

Florença é uma das minhas cidades preferidas, a par com Lisboa e Barcelona. Apesar de já conhecer aquilo de trás para a frente, consegui ser surpreendida!...

Claro que depois do cansaço de subir à Basílica de S. Pedro eu não ia repetir a proeza e meter-me a subir à cúpula do Duomo de Florença. Mas ele foi e a vista é... assim... (à entrada estavam umas americanas e começámos a conversar. A dada altura diz uma delas: "os italianos é que sabem fazer dinheiro. Constroem coisas altíssimas e depois cobram para as pessoas subirem lá acima... a pé! As pessoas matam-se a subir escadas e ainda pagam por isso!". Não podia concordar mais...). Enquanto ele foi trepar as escadas eu fui ver se encontrava o hotel onde tinha ficado da outra vez. Passei à porta de uma Sephora, entrei e acabei a ser maquilhada com produtor Benefit... e a comprar dois! E não é que fiquei fã da marca?! Que espectáculo de maquilhagem! Comprei o corrector de olheiras e de tudo e mais alguma coisa, que corrige mesmo, e comprei o pó compacto que... enfim, é brutal!

O Arno... mágico! Desta vez apanhei muito menos confusão de gente e conseguimos atravessar a Ponte Vecchio sem problemas (eu e os ataques de pânico no meio de multidões... enfim...).




Fomos à Galeria Della Academmia ver o David original (desta vez não estive especada quatro horas a olhar para a estátua... mas só porque o museu estava quase a fechar quando entrámos). Esta é a cópia que está à entrada do Palazzo Vecchio, onde não fomos. Fomos, isso sim, à Galeria Degli Ufizzi, que é outro sítio que adoro (e onde ele apanhou uma seca brutal, porque já estava farto de ver quadros e, de facto, depois de ser ver o Museu do Vaticano, tudo o resto é um bocadinho... menor).


Veneza:

Se há coisa de que gosto é de ver ao vivo sítios sobre os quais leio nos livros que me vão passando pelas mãos. O "The Confessor", que entretanto comecei a ler, passa-se em Roma, no Vaticano, em Munique e em Veneza. E começa com um restaurador de arte a trabalhar no restauro de um fresco de Bellini, na Igreja de San Zacharia. Ora o dito fresco é este que está na foto. Sim, desviei-me do caminho planeado para ir ver, ao vivo e a cores, o fresco. E também me desviei para passar pelo Ghetto Nuovo e pelo Ghetto Vecchio, os antigos bairros de judeus de Veneza. E amei...

Passeámos pelos canais, andámos quilómetros e apanhámos um frio que não se podia: 12º... de dia!


Fomos à Piazza di San Marco, que é outra valente desilusão. Subimos ao campanile (eu subi porque era de elevador, senão nem pensar!) e esta é a vista da Piazza lá de cima. Veneza é um conjunto de ilhotas pequeninas de que só se tem verdadeira noção assim, vendo de cima.

E, claro, o típico passeio de gôndola (ou os 80 euros mais mal gastos da minha vida, dependendo da perspectiva)...

E pronto, foi isto. Claro que tiveram que nos acontecer coisas insólitas, como não podia deixar de ser. Por exemplo: estávamos na fila para entrar na Basílica de S. Pedro, em Roma, quando aparece uma senhora em sentido contrário e nos dá dois bilhetes para entrar. Pensámos se aquilo não estaria enguiçado mas resolvemos arriscar. Entrámos (os bilhetes eram válidos, a senhora, por qualquer motivo que não percebemos, não pôde entrar e deu-nos os bilhetes, não quis dinheiro nem nada!). Fomos para a zona das visitas guiadas e fizémos a visita... à borla! Quando uma empregada de lá veio conferir o número de audiosets fizémo-nos de parvos e entrámos, sem problemas. Poupámos qualquer coisa como 40 euros. Depois, em Florença, à entrada dos Ufizzi, aparece um senhor com 4 bilhetes na mão, que já tinha comprado, mas como eram para entrada logo a seguir e ele ainda estava à espera de pessoas, resolveu dar os bilhetes. O meu gajo apanhou um, uma rapariga que estava sozinha apanhou outro, uma rapariga que estava com o namorado apanhou o terceiro e outra rapariga também com o namorado apanhou o último. Uma delas disse logo que nos comprava o bilhete, para ela entrar com o namorado mais depressa. E nós vendemos! Ela ofereceu 20 euros, que era o preço dos dois bilhetes... ou seja, pagou-nos os bilhetes e lá foi ela. Esperámos quase 2 horas, mas entrámos na mesma... Depois fomos para Veneza ver quando é que alguém nos dava bilhetes para alguma coisa, mas já não aconteceu... e ainda bem, que já estávamos era cansados e a querer passear sem destino... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Identidades

15.10.09
Este blog nasceu de duas coisas: da minha necessidade de escrever sem travões e da minha vontade de escrever para mim. Fazia (e faz) todo o sentido escrever sem situar muito as coisas. Não anunciei a criação deste blog em lado nenhum, ele foi "crescendo" naturalmente. Houve, obviamente, quem percebesse de onde eu vinha. Acontece que eu quero continuar a escrever sem me chatear muito com isso e sem andar constantemente a olhar por cima do ombro, à cata de fantasmas do passado. Portanto mantenho isto como está. Aqui sou a Marianne. Lá fora tenho outro nome mas quem me conhece sabe que a Marianne é muito mais aquilo que eu realmente sou do que outras coisas que escrevi nos entretantos. Hoje em dia é aqui que me sinto eu. É aqui que escrevo sem grandes auto-censuras e é aqui que me sinto bem.

Isto para dizer o quê? Que quem sabe, sabe. Fiquemos assim: Marianne, semi-anónima. Pode ser, maltinha?

Ah, e já agora, obrigada aos imensos novos leitores que a história do casamento me trouxe para aqui! Sede bem-vindos, claro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Livros

15.10.09
Para mim as viagens também servem para pôr a leitura em dia. Desta vez não foi excepção. E amanhã tenho que ir "a correr" comprar o segundo volume da trilogia "Millennium", do Stieg Larsson, já que li o primeiro em três ou quatro dias porque aquilo é coisa que se entranha com uma facilidade inexplicável...

Do "Os Homens Que Odeiam As Mulheres" só tenho, portanto, a dizer bem.

E como eu tenho um bocado de tendência para o disparate no que toca a compras de livros nos estrangeiro, a coisa deu-se. Comprei o "The Confessor", de Daniel Silva (e não, não é português, é amAricano) e já vou bem avançada na leitura disto. Comprei mais três livros de que vos falo mais lá para a frente.

Entretanto, e a título de informação que não interessa nem ao menino Jesus, a porcaria das unhas de gel que fui pôr por causa do casamento estão de tal maneira grandes (sem chegarem ao estatuto de porno-star, bem entendido), que para escrever uma palavra demoro o triplo do tempo normal, porque acerto sempre em teclas que não queria!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da surpresa

15.10.09
Já aqui contei que fui muito surpreendida pelo agora senhor meu marido no dia do nosso casamento. Ora pois que eu não estava nervosa - não está escrito em lado nenhum que noiva que é noiva vai nervosa e eu estava calmíssima, super tranquila. Até...

Vou a entrar na igreja de braço dado com o meu pai como manda o figurino quando... a música que tínhamos escolhido pára. Olho para trás para o DJ como que a perguntar o que se passa e começa outra música. Quando olho para a frente está o meu noivo com uns cartazes em tamanho A2, que foi passando à medida que eu ia andando até ao altar... como no Love Actually que, por acaso e sem pensarmos muito nisso, acabou por ser o tema do nosso casamento...


ESPERA...


UUAAUU...


COMO TU ÉS LINDA...

MAS MESMO QUE NÃO FOSSES


EU ESTARIA AQUI


E QUERO DIZER-TE


HOJE E SEMPRE


AMO-TE


MUITO


MUITO!!!

E eu, calmíssima, não aguentei e desabei... lá me consegui controlar, a bem da maquilhagem... mas olhei pelo rabo do olho e estava a igreja em peso a chorar... foi a melhor surpresa que ele me fez e... quando houver fotos mostro...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Back!

15.10.09
Foi bom... mas regressar foi ainda melhor! Andámos quilómetros, venho farta de pizzas até ao Natal, não engordei quase nada, apanhei frio daquele frio que dói nos ossos, já disse que andámos quilómetros? Mas revisitei Florença, que era coisa que eu não morria sem fazer. E revisitei Veneza que, não sendo tão espectacular, também é bom. E fui ao Vaticano que foi assim a coisa que mais amei (amámos) na viagem. Isso e os pequenos momentos sublimes que nos aconteceram... Depois conto com mais detalhe.

Ora bem... fotos... não há! Ainda não tenho o cd do fotógrafo e não consigo sacar as coisas do site, portanto não há fotos para ninguém. Por enquanto...

Entretanto são quase duas da manhã, vou plantar a horta num instante...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Married!!

06.10.09
Foi um dos dias mais bonitos da minha vida. Foi um casamento cheio de emoções. O noivo, que é nota 20, preparou-me a surpresa do século. Conseguiu pôr a igreja em peso a chorar. E conseguiu fazer-me tremer e chorar também. Eu, que até me aperceber da surpresa, estava calmíssima, ali desabei. Depois recompus-me rapidamente. A minha filha passou o tempo todo a subir e a descer do altar. E a falar com o padre. E o padre estava piúrço da vida com os atrasos. E eu estava descontraidíssima. E correu tudo lindamente.

Fotografias... ainda não há. Mas aqui há uma pequena amostra. Quando regressar da lua-de-mel conto detalhes e mostro mais coisas...

Obrigada por tudo. A sério!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Clock's ticking...

04.10.09
Falta pouco... muito pouco...

Hoje andei a correr. Acabei por ter que deixar cair duas coisas que queria muito fazer. Uma fiz noutro lado. A outra... bom, adiante.

É uma e meia da manhã e eu estou sentada no sofá, com o portátil no colo. Metade da minha quinta foi com o caraças e ando aqui noutra janela a catar tesouros debaixo de areia. Não tenho sono. Ainda não atei as fitas dos carros todas. Ainda não me capacitei de que caso daqui a 10 horas e de que vou acordar às 6h30 e de que devia mas é estar a descansar. Já vou.

Antes queria só agradecer-vos os mimos. Têm sido uns queridos! Assim que puder venho aqui contar como foi. Por agora deixo aqui um episódio, muito Marianne-like: deixeo o bouquet para tratar hoje. Fui ontem à florista, que me disse que era melhor ir hoje que a moça que faz os bouquets só estava lá hoje de manhã. Fui. A rapariga ficou chocada por ter que fazer um ramo com tão pouco tempo. É que não teve tempo para mandar vir nada do MARL (claro que não teve, nem sabia que ia fazer um ramo!). Escolhi orquídeas e margaridas. Ela resolveu acrescentar folhas daquelas largas que se dobram ao meio e... um fio dourado. Assim que cheguei a casa tratei de tirar o dito fio que não estava ali a fazer nada. Os acessórios que eu levo até são prateados, para que é que eu havia de querer um fio dourado enleado no ramo??

Vá, vou ver se me deixo... Wish me luck!! (Valha-me a maquilhagem à prova de água! Tenho cá uma impressão de que me vai dar um jeitaço!!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bom dia!

02.10.09
Deitei-me com ele a acordar para o trabalho. Falámos um bocadinho, acerca de hoje. Ele dizia "logo vamos..." e eu respondia "amanhã vamos". Estávamos em dias diferentes. Coisa de viagem transcontinental, parece-me. Depois o moço achou por bem desatar a fazer-me perguntas no exacto momento em que eu estava a adormecer. E ir-se embora. E voltar para perguntar mais coisas. E eu a adormecer novamente. Claro que o enxotei. Parecia uma criança pequenina, a choramingar, mas àquela hora e naquele estado eu só queria era que me deixassem em paz.

Hoje acordei com a dona Alice a tocar-me à porta. E voltei para a cama. Fiquei tipo múmia quase uma hora, acordada, mas a descansar. E foi o melhor que eu fiz. Continuo cansada, mas pelo menos já me passou a birra do sono.

Entretanto fui tratar de parte da infindável lista de coisas que falta tratar: lembranças dos miúdos, as nossas, o bolo do baptizado e o bouquet. Fui à florista da minha rua, mas a senhora não percebe muito da poda e eu resolvi que vou comprar o bouquet noutro lado qualquer.

Está quase. Depois de amanhã por esta hora já devo ter arroz até às cuecas (não fica nada bem dizer "cuecas" num blog!).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu sabia...

02.10.09
... que me estava a esquecer de qualquer coisa:

- ir à igreja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4:59

02.10.09
É a hora a que escrevo e publico este post. Ele está a acordar agora. Eu vou-me deitar. É a história do padeiro e da mulher do leite...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

To do list

02.10.09
Assim só para me organizar, que isto vai um putedo que não se aguenta:

- bouquet
- fita de cetim azul
- fita de cetim cor de rosa
- solário
- massagem
- manicure
- pedicure
- bolo de baptizado
- lembranças
- compras para o pequeno-almoço de domingo
- sobrancelhas
- depilação no geral (e no particular também)
- limpeza de pele...

E estou com a sensação de que me estou a esquecer de alguma coisa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

E o bom que é...

02.10.09
E o bom que é conhecer, ainda que virtualmente, ainda que apenas via email, pessoas que nos lêem e que lemos e que às tantas parecem amigas de longa data? Excelente, diria eu.

As minhas duas melhores amigas "nasceram" dos blogs. E esta amizade já dura há quase 6 anos, portanto acho que já é legítima. Há muito tempo que deixámos de ser amigas dos blogs para passarmos a ser amigas da vida real. E é tão bom.

Isto para dizer, Mafalda, que gostei muito de podermos conversar, ainda que apenas por mail!!

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

Pesquisar no Blog  








Para vocês





Partners







WOOK - www.wook.pt












Eu e os Livros

2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Lénia has read 2 books toward a goal of 30 books.
hide

Follow me!






Arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D